F1: “Difícil trabalhar com outro”, disse Verstappen sobre seu engenheiro

Max Verstappen e Gianpiero Lambiase formam uma parceria inseparável na Fórmula 1. Com três títulos conquistados, Verstappen tem em Lambiase seu engenheiro de corrida desde que chegou à Red Bull, e o vínculo entre os dois só se fortalece.

“Quando comecei na equipe, eu tinha 18 anos, agora tenho 26, então você cresce muito como pessoa. Mas a relação também cresce. Vocês passam muito tempo juntos, vivenciam muita coisa”, disse Verstappen ao Motorsport-Magazin. “Há muito mais do que isso. A relação entre engenheiro e piloto é extremamente importante.”

Há alguns anos, Verstappen disse que se aposentaria se seu engenheiro de corrida também se aposentasse. Ele continua firme nessa decisão: “Sim, porque é difícil trabalhar com outra pessoa quando você passou tantos anos juntos. Gianpiero precisa de mais alguns anos, depois pode fazer outra coisa (risos). Mas você nunca sabe o que as pessoas querem fazer na vida.”

Apesar de algumas discussões acaloradas pelo rádio em 2023, isso faz parte da dinâmica da relação. Verstappen confia plenamente em Lambiase e acredita que a parceria contribui para o seu sucesso na categoria.

A pré-temporada da F1 está em andamento, e a dupla Verstappen-Lambiase segue buscando refinar a sintonia para a temporada 2024. Resta saber se conseguirão repetir os feitos de 2023 e permanecer como uma das principais forças do grid.