F1: Chefe da RB entusiasmado com desempenho no primeiro dia em Suzuka

A equipe RB teve um piloto novato no TL1 para o GP do Japão de Fórmula 1, e dessa forma, Yuki Tsuonoda ficou em P9 no TL1 e P4 no molhado TL2, enquanto Daniel Ricciardo, que participou apenas do TL2 com poucas voltas devido à chuva, ficou com o P9 e voltando ao TL1, Ayumu Iwasa que substituiu o australiano, ficou com o P16.

Alan Permane, chefe da equipe: “É sempre bom correr aqui em Suzuka. Que pista incrível, e os pilotos adoram. Esta manhã, Ayumu estava no carro, substituindo Daniel, e ele fez um trabalho perfeito para nós. Ele acelerou, foi rápido e deu um bom feedback. Ayumu estava usando o assoalho antigo padrão, enquanto Yuki testou o novo. Isso nos permitiu obter uma comparação e uma avaliação muito precisa, o que foi ótimo. Estamos felizes com o novo assoalho, ele está entregando exatamente o que prevíamos e vamos usá-lo em ambos os carros pelo resto do final de semana. Yuki acelerou rapidamente e teve uma manhã muito tranquila, dizendo que o carro estava muito bom e que ele estava feliz com o equilíbrio. A tarde, claro, foi comprometida pela chuva. Demos uma olhada rápida nos pneus intermediários, porque ainda não os usamos no carro nesta temporada, então queríamos dar uma olhada rápida antes de entrarmos na temporada europeia, que sabemos que pode ser molhada, para ver se há alguma coisa que nós possamos aprender. Daniel estava no carro para o TL2 e é uma pena que estivesse molhado porque isso limitou seu tempo de pista, mas ele é um cara experiente e conhece bem o circuito. Não é o ideal, mas ele tem o TL3 amanhã e não espero que isso atrapalhe a sua preparação para a sessão de classificação amanhã. Embora tenham sido apenas algumas voltas, ele estava feliz”, concluiu.

Tsunoda: “É ótimo voltar a Suzuka diante do público japonês. Eu gostei muito e foi ótimo. Foi um primeiro dia positivo para nós. Acho que começamos bem no TL1, terminando entre os dez primeiros, mostrando que o ritmo está aí. O assoalho atualizado é direcionado para curvas de baixa velocidade, enquanto aqui há mais curvas de média a alta velocidade, então não esperamos muito. Juntos, vamos ajustar algumas áreas onde há espaço para melhorias antes do TL3, prepará-las para a sessão de classificação e focar para extrair o desempenho máximo. Tem sido muito especial e é apenas sexta-feira, por isso estou ansioso para dar tudo de mim e lutar para alcançar o nosso máximo”, acrescentou.

Ricciardo: “Fiquei de fora enquanto Ayumu fazia seu ‘home run’ no TL1. Ficando no pit wall durante a primeira sessão, analisei muitos dados ao mesmo tempo em que observei as câmeras onboard e ouvi os comentários dos pilotos, então isso foi definitivamente produtivo e sempre há algum aprendizado. Depois, no TL2, quando entrei no carro, foi um pouco frustrante completar apenas algumas voltas devido às condições da pista. Não pilotei muito, então estou fazendo um longo resumo do dia, onde provavelmente alguns segundos teriam sido suficientes. Olhando para a parte da manhã, Yuki parecia ter ganhado velocidade rapidamente e ficou entre os dez primeiros durante quase toda a sessão. Parecia que provavelmente estávamos na frente do elotão intermediário. Nunca se sabe o que acontece na classificação, mas parecia que estávamos onde esperávamos”, finalizou o australiano.

Iwasa: “Já pilotei em Suzuka muitas vezes, mas é uma sensação completamente diferente, incrível e especial fazer isso em um carro de F1. Há muito mais capacidade de pressionar e o limite do carro é muito maior. Adquiri uma boa experiência para o futuro e agradeço a oportunidade. Estou muito grato à Red Bull, à Honda e a todas as pessoas da RB que me fizeram sentir bem-vindo assim que cheguei. Não houve problemas hoje e consegui ter uma boa sensação do carro imediatamente, por isso consegui aumentar o ritmo mais rápido do que o esperado, o que foi positivo. Além disso, acho que consegui fazer um bom progresso com a equipe ao longo da sessão. O objetivo principal era obter o máximo de dados possível para a equipe, então não deveria forçar muito porque era importante apenas completar muitas voltas. Espero que eles tenham bons dados para o fim de semana. No final, meu segundo jogo de pneus foi para aumentar o ritmo e ter a sensação real de pilotar um carro de F1 no circuito de Suzuka. Acho que atingimos todos os nossos objetivos e durante o resto do fim de semana tentarei ganhar mais experiência na equipe. O esforço de hoje me deu motivação extra para continuar me esforçando”, encerrou o piloto japonês.