F1: Após ano dominante, Verstappen vê McLaren como maior ameaça para 2024

O tricampeão mundial de F1 aponta a McLaren como forte concorrente para a próxima temporada

Max Verstappen, após uma temporada de 2023 dominante com a Red Bull, já está avaliando os desafios para sua defesa do título em 2024, destacando a McLaren como uma equipe que “pode ser muito forte no próximo ano”. Durante a temporada de 2023, Verstappen venceu 19 das 22 corridas do campeonato, enquanto a Red Bull conquistou 21 vitórias, com Carlos Sainz da Ferrari sendo o único a interromper essa sequência com sua vitória no Grande Prêmio de Singapura.

A McLaren, com o MCL60, demonstrou um avanço significativo ao final da temporada de 2023, alcançando nove pódios e uma vitória no sprint do Qatar com Oscar Piastri. Verstappen, no podcast ‘Talking Bull’ da Red Bull, enfatizou a consistência da sua equipe e observou as oscilações de desempenho das outras equipes. Ele acredita que a McLaren foi a mais impressionante, considerando seu progresso ao longo do ano.

Tanto Verstappen quanto o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner, esperam uma maior convergência no grid em 2024. Quando questionado sobre se abordará a temporada de 2024 de maneira diferente, Verstappen destacou a importância da experiência e da consistência no desempenho.

Além dos preparativos para a próxima temporada, Verstappen detalhou seus planos para o inverno, incluindo uma viagem ao Brasil para o casamento de seu cunhado e férias de Natal, seguidas por uma viagem de esqui. Ele brincou esperando não ter que ligar para a equipe no início de janeiro informando sobre uma lesão.

Se Verstappen conquistar seu quarto Campeonato Mundial em F1 2024, ele igualará a sequência de Sebastian Vettel com a Red Bull entre 2010-2013.