F1: Alpine em dificuldades alimenta rumores sobre uma aquisição pela Andretti-Cadillac

A difícil situação da Alpine na Fórmula 1 se tornou ainda mais evidente no GP do Bahrein, quando seus dois carros ficaram o tempo todo no final do grid, o que levantou questionamentos sobre o apoio contínuo da Renault à equipe. Com um carro pouco competitivo em 2024 e desafios além da falta de velocidade em pista, rumores sugerem que a Andretti-Cadillac pode considerar uma possível aquisição da equipe francesa.

No ano passado, durante a saída de importantes membros da Alpine, a Renault vendeu 25% da equipe a investidores, avaliando-a em cerca de 800 milhões de euros. Entretanto, as perspectivas para 2024 não são promissoras, com especulações sobre a possibilidade de a Alpine adotar motores Mercedes.

O chefe da equipe, Bruno Famin, reforçou a importância dos motores Renault para o projeto. Enquanto Pierre Gasly lamentou não apenas a falta de desempenho, mas também questões como pit stops lentos.

A situação da Alpine pode se tornar uma oportunidade para a Andretti-Cadillac entrar na Fórmula 1. Embora as regras atuais não permitam a entrada de uma nova equipe, adquirir uma existente ainda é uma opção. A incerteza paira sobre o futuro da Alpine, enquanto a Andretti-Cadillac avalia a possibilidade de transformar o destino da equipe francesa.