F1: “Alcançamos o objetivo de ter os dois carros no Q3”, afirmou o chefe da Aston Martin

A Aston Martin terminou a sessão de classificação para o GP da Austrália de Fórmula 1, mais ou menos nas posições que já esperava, com Lance Stroll ficando em P9 e Fernando Alonso em P10 para o grid de largada da corrida em Melbourne.

Mike Krack, chefe da equipe: “Alcançamos o objetivo principal de colocar os dois carros no Q3, o que nos prepara para uma corrida forte, mas poderíamos ter feito melhor do que o P9 e o P10 hoje. Em condições de pista complicadas e com muito vento, Lance teve um momento na curva Nove na sua melhor volta rápida no Q3, enquanto o esforço final de Fernando foi impactado por danos no assoalho. Trabalharemos duro para garantir que converteremos essas posições em pontos na corrida”, concluiu.

Stroll: “Tivemos sessões fortes de Q1 e Q2 hoje. O carro estava funcionando bem e encontrei um ritmo decente. Então tive um momento na curva Nove no Q3 e perdi três ou quatro décimos. Tinha sido uma boa volta até então. Acho que poderíamos estar olhando para algumas posições mais acima se não fosse por esse pequeno erro. Amanhã será uma corrida de alta degradação de pneus, então acho que tudo se resume ao gerenciamento dos pneus. Temos um bom carro de corrida e é uma pista divertida de pilotar, então os pontos fortes serão o objetivo amanhã”, acrescentou.

Alonso: “Colocar os dois carros no Q3 era mais ou menos o que esperávamos hoje. Minha primeira volta no Q3 não foi ótima, pois fui para a brita na curva Seis. Meu erro. Então, na minha última volta, eu realmente não tinha total confiança no carro. Foi complicado. Sinto que somos um pouco menos competitivos do que éramos em Jeddah. O carro está deslizando e um pouco sensível ao vento, além de apresentar falta de consistência. Mas é o mesmo para todos. Ainda assim, precisamos encontrar mais ritmo. Haverá muita coisa acontecendo amanhã. Não será uma corrida fácil para os pneus, pois a granulação será uma preocupação para todos, por isso vamos ver se conseguimos controlar isso melhor do que os outros. Queremos levar os dois carros para casa nos pontos amanhã”, finalizou o piloto espanhol.