Bearman não esperava fazer sua estreia hoje na F1 com a Ferrari

Oliver Bearman, piloto reserva da Ferrari que atualmente corre na Fórmula 2, surpreendeu a todos ao substituir Carlos Sainz a partir dessa sexta-feira no restante do final de semana do GP da Arábia Saudita de Fórmula 1. O espanhol precisou se retirar por causa de uma crise de apendicite, abrindo caminho para a estreia de Bearman na F1.

“As estrelas se alinharam”, disse o britânico em entrevista coletiva. “Foi uma ascensão muito rápida na minha carreira. Dois ou três anos atrás eu ainda estava na F4, meu primeiro teste na F1 foi há apenas três ou quatro meses. É um progresso incrível e estrear na Fórmula 1 pela Ferrari, espero, seja um sinal do que está por vir.”

Com a ausência de Sainz, Bearman perdeu a chance de participar da corrida principal da F2, mas ganhou a oportunidade de alinhar em 11º na Arábia Sauditana F1. Ele se tornará o primeiro britânico a correr pela Ferrari desde Eddie Irvine, em 1999.

Enquanto Sainz não participou do dia de mídia na Arábia Saudita por não se sentir bem, Bearman só soube da chance de substituí-lo hoje cedo: “Acordei esta manhã totalmente preparado para a minha corrida na F2, onde largaria em décimo. Então recebi a ligação poucas horas antes do TL3 informando que eu correria com a Ferrari na F1. Claro, não são as circunstâncias ideais para a minha estreia na categoria, e desejo melhoras ao Carlos, mas é uma oportunidade fantástica.”

“Honestamente, não tive tempo de ficar nervoso ou pensar demais porque foi tão em cima da hora que precisei focar imediatamente em me adaptar e recuperar o tempo perdido. Perder a quinta-feira tornou tudo mais difícil, então passei bastante tempo com os engenheiros tentando entender tudo e me atualizar o mais rápido possível”, finalizou Bearman.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.