Após desentendimentos, FIA e FOM anunciam parceria estratégica para a F1

Após um período de tensões e insatisfações mútuas, a Formula One Management (FOM), detentora dos direitos comerciais da Fórmula 1, e a Federação Internacional de Automobilismo (FIA), anunciaram uma nova parceria estratégica. O objetivo é fortalecer a posição da categoria a nível global.

O anúncio foi feito através de um breve comunicado conjunto. Nos últimos meses, a relação entre as entidades havia sido marcada por desacordos, principalmente devido a decisões do presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem.

Uma das principais polêmicas foi a abertura de inscrições para a entrada de uma 11ª equipe na F1, medida que desagradou a FOM. A investigação realizada (por apenas dois dias e finalizada inocentando a ambos) contra Toto Wolff (Mercedes) e sua esposa Susie Wolff (F1 Academy), também contribuiu para o clima de tensão.

O comunicado diz o seguinte: “O Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA nunca esteve tão forte e vem crescendo globalmente. A FIA e a Fórmula 1 estão comprometidas em entregar os melhores resultados para todo o esporte. Para tanto, ambas as partes estão desenvolvendo um novo plano estratégico que nos permitirá aproveitar as oportunidades e potencializar ainda mais a F1 nos próximos anos.”

Esse comunicado não cita se a nova parceria inclui a entrada da equipe Andretti-Cadillac na categoria. A FIA apoia a chegada dos americanos, enquanto a FOM tem uma visão contrária.