Raphael Reis escala o pelotão em Cascavel e termina em terceiro os campeonatos do TCR South America e TCR Brasil

Neste domingo, Raphael Reis encerrou sua terceira temporada no TCR South America e a primeira no TCR Brasil com o quinto lugar na corrida 1 e o sexto na segunda prova, em Cascavel (PR). O piloto foi o terceiro colocado no campeonato sul-americano e no brasileiro, de modo a manter uma marca única: em todas as edições dos campeonatos de TCR, o brasiliense encerrou o campeonato no top-3.

Reis chegou ao Autódromo Internacional Zilmar Beux com chances matemáticas de título nas duas categorias, mas um problema que o obrigou a abandonar a sessão classificatória no sábado dificultou a vida do piloto brasiliense.

Partindo do 12º lugar nas duas provas, Raphael Reis escapou dos toques na largada da primeira corrida e fechou a primeira volta no top10. Na sequência avançou mais posições duas posições e já era o oitavo colocado com 11 voltas percorridas.

A primeira prova seguia com muitas disputas e teve até a intervenção do Safety Car, mas Reis mostrou resiliência para seguir recuperando posições e recebeu a bandeira quadricula na quinta colocação.

Na segunda corrida o piloto do Cupra Leon #77 da equipe W2 ProGP novamente fez boa largada e avançou quatro posições, fechando o primeiro giro de corrida em oitavo. Raphael teve uma abordagem agressiva para superar mais dois concorrentes e cruzar a linha de chegada no sexto lugar, escalando 13 posições nas duas provas.

“Não é o final de semana que a gente esperava, tivemos um problema com o carro na classificação e diante do que tínhamos fizemos o máximo hoje. Tivemos que largar as duas provas em 12º, fiz duas boas provas de recuperação tentando me entregar ao máximo. Largando mais de trás fica complicado, mas quero parabenizar a equipe W2 ProGP pelo título por equipes e meu companheiro Galid Osman pelo título brasileiro”, declarou o brasiliense.

Com resultado em Cascavel, o piloto acumula 4 vitórias, 15 pódios e 5 poles na categoria.