Siegel bate no Bump Day e está fora da disputa das 500 Milhas de Indianápolis

Nolan Siegel não disputará as 500 Milhas de Indianápolis. O piloto da Dale Coyne foi o mais lento do Bump Day, sessão que define a última fila do grid da mais importante prova do calendário da Indy. O competidor sofreu com um equipamento que não se mostrou rápido em momento nenhum nos dois dias de classificação, e parou no muro em sua última tentativa de voltas rápidas neste domingo (19), no Indianapolis Motor Speedway.

O Bump Day contou com quatro pilotos, Katherine Legge, que também defende a Dale Coyne, foi a mais rápida ao obter uma média horária de 230,092 milhas. Desta forma, largará da 31ª colocação. Marcus Ericsson, da Andretti, obteve a 32ª posição no grid da prova, da qual tem uma vitória e foi segundo colocado em 2023. Graham Rahal, “bumpado” no ano passado, completa o grid com o 33º lugar com a RLL.

A sessão contou com uma trapalhada de Ericsson. Em sua primeira tentativa, o sueco fez apenas três voltas rápidas em sua sequência, e não quatro, como é a regra da classificação em Indianápolis. Isso fez com que o piloto ficasse em posição de eliminação na maior parte da sessão. Apenas nos minutos finais que o representante da Andretti retornou à pista para marcar uma média de 230,027 milhas horárias.

Com a definição da última fila e da eliminação de Siegel, resta a definição das duas primeiras filas do grid. O Fast Six do Pole Day será realizado ainda neste domingo. A edição deste ano das 500 Milhas de Indianápolis ocorre no próximo domingo.