McLaughlin vence em Portland, e decisão da Indy terá cinco candidatos ao título

Scott McLaughlin venceu neste domingo (4) o Grande Prêmio de Portland, penúltima etapa da temporada 2022 da Indy, disputada no Portland International Raceway. O piloto da Penske largou da pole position e liderou a enorme maioria da corrida na capital do estado americano do Oregon, tendo que conter a aproximação dos rivais na parte final das 110 voltas.

A segunda posição ficou com Will Power, que terminou pouco mais de um segundo atrás de McLaughlin, seu companheiro de equipe. Scott Dixon, com um carro da Chip Ganassi, cruzou a linha de chegada na terceira colocação, sendo seguido por Pato O’Ward, quarto com a McLaren. O grupo dos cinco melhores ainda contou com Graham Rahal, da RLL.

Colton Herta, com um carro da Andretti Autosport, terminou a prova com a sexta posição, e foi seguido por Alexander Rossi, seu companheiro de equipe. Josef Newgarden, com outro carro da Penske, ficou com a oitava posição, chegando logo à frente de Callum Ilott, da Juncos Hollinger. Felix Rosenqvist, da McLaren, foi o décimo.

Entre os pilotos que chegaram a Portland com chances de título e que não ficaram entre os dez melhores, Marcus Ericsson foi o 11º com um carro da Chip Ganassi, enquanto Álex Palou, seu companheiro de equipe, ficou com o 12º lugar. Já Helio Castroneves, único brasileiro no grid, levou o carro da Meyer Shank ao 17º lugar.

A prova contou com um único acionamento do Safety Car, ocorrido quando restavam 27 voltas para o final. Jimmie Johnson e Rinus VeeKay se tocaram, com o piloto da Chip Ganassi ficando pelo caminho. Sem causar neutralização, a prova contou com um toque entre O’Ward e Power em que o mexicano teve o carro levemente danificado.

A Indy vai para sua última etapa com cinco pilotos vivos na disputa pelo título: Will Power lidera com 523 pontos, contra 503 de Josef Newgarden e Scott Dixon, que estão empatados na vice-liderança. Marcus Ericsson, com 484, é o quarto colocado, enquanto Scott McLaughlin, com 482, fecham a lista dos cinco melhores. Álex Palou e Pato O’Ward estão fora da disputa pelo título.

A decisão da temporada da Indy está marcada para o próximo domingo (11), com a disputa do GP de Laguna Seca.