Rodas da F1 ganham nova versão reforçada visando a segurança

A BBS, fornecedora oficial de rodas na Fórmula 1, revelou os detalhes das melhorias implementadas no design das rodas para aumentar a segurança.

Desde 2022, a BBS é a única fornecedora de rodas de 18 polegadas para todas as dez equipes da F1. Entretanto, além de desafios como a menor visibilidade para os pilotos, pneus com menos borracha lateral e peso maior, um fator preocupante com o aumento do aro (de 13 para 18 polegadas) foi o aumento da exposição a impactos laterais.

Após alguns incidentes de pneus se soltando dos aros, a BBS informou ao Motorsport.com, que um novo desenvolvimento foi iniciado em resposta a um pedido da FIA.

“O cenário para o desenvolvimento da MK2 (modelo da roda atual da F1), é que comparado à era das rodas de 13 polegadas, as rodas de 18 polegadas estão sujeitas a impactos laterais mais fortes na borda externa, resultando em desprendimentos de pneus mais frequentes”, afirmou a BBS.

A principal mudança da versão MK2 está no aro externo, que foi reforçado para aguentar melhor impactos laterais. A resistência a impactos mais que dobrou sem grandes alterações no peso. Além disso, o processo de pintura foi aprimorado, contribuindo para a qualidade geral.

Em categorias de monopostos, a segurança da combinação pneu/roda é vital e leva à constante evolução de amarras e design das rodas, visando resistência e durabilidade, já que as rodas ficam expostas nesse tipo de carro.

A vida útil da roda MK2 de 18 polegadas pode ser limitada a apenas dois anos, pois as novas regras de chassi em discussão para 2026, podem exigir nova mudança no design. Como parte do objetivo da FIA e da F1 em reduzir o peso dos carros em 2026, há a possibilidade de uma futura redução do aro, de 18 para 16 polegadas, o que além de melhorar a visibilidade dos pilotos, também poderia minimizar ainda mais as preocupações de segurança com impactos laterais.