F1: Wolff diz que Sainz voltou a ser opção para Mercedes em 2025

Toto Wolff, chefe da Mercedes, afirmou que Carlos Sainz está mais uma vez na disputa para formar dupla com George Russell na equipe, na temporada 2025 da Fórmula 1, devido aos problemas enfrentados por Andrea Kimi Antonelli na Fórmula 2.

Com o desejo de contratar Max Verstappen praticamente descartado, Antonelli, piloto júnior da Mercedes, era considerado o favorito para a vaga.

A intenção da Mercedes de investir no jovem piloto para substituir Lewis Hamilton, que vai para a Ferrari no próximo ano, fez com que Wolff descartasse Sainz publicamente.

No entanto, o italiano vem tendo uma temporada complicada na F2, ocupando a nona colocação no campeonato. Somado a isso, a Prema, sua equipe, vem sofrendo com o novo carro de 2024.

O tropeço de Antonelli e o bom momento da Mercedes parecem ter feito Wolff reconsiderar sua decisão em relação à Sainz e o dirigente austríaco falou ao ‘Mundo Deportivo’, que Sainz ainda é uma opção e esclareceu que a promoção de Antonelli não está garantida.

“A temporada (de Antonelli na F2) tem sido um pouco complicada porque, no geral, os dois pilotos não estão no mesmo nível, e acho que a equipe reconhece isso”, afirmou Wolff.

“O último fim de semana foi bom, o ritmo estava lá, mas aconteceram erros nas largadas. Isso é algo que um novato precisa aprender. Ele está sob muita pressão e se fala muito dele. Seu histórico no Kart e nas fórmulas de base é único, e é claro que a pressão aumenta, mas é como disse o pai dele, um campeão precisa ser jogado na água fria e aprender a nadar. Eles estão cientes disso”, acrescentou.

“Porém, o mercado de pilotos no momento é bastante dinâmico e interessante. Alguns pilotos têm mais opções, assim como as equipes. É como Bernie Ecclestone dizia: ‘Na semana passada eu tinha uma opinião, nesta semana tenho outra’,” afirmou Wolff.

Enquanto isso, a Williams também estava interessada em Sainz, mas o retorno da Mercedes e a chegada da Alpine na ‘briga’ pelo mexicano complicam o cenário.

James Vowles, chefe da Williams, afirmou que a decisão sobre o companheiro de Alex Albon em 2025 não será anunciado nas próximas semanas.

“Ele é um piloto de classe mundial”, disse Vowles sobre Sainz. “A decisão não é imediata. Não precisamos tomá-la hoje. O que é mais importante é que, seja qual for a decisão que tomarmos, é estabelecer uma relação de longo prazo. Ambos precisam ver a jornada que estamos percorrendo e querer fazer parte dela. Tenho certeza que tudo ficará esclarecido antes de setembro”, finalizou o chefe da Williams.