F1: Wolff diz que Antonelli tem que manter foco na Fórmula 2

Toto Wolff, chefe da Mercedes, minimizou os rumores que ligavam o jovem piloto italiano Andrea Kimi Antonelli à Fórmula 1 ainda este ano.

Atual piloto da Fórmula 2 que corre pela Prema, Antonelli ocupa a 9ª colocação no campeonato com 24 pontos após seis etapas. Recentemente, a FIA teria recebido um pedido especial de superlicença para o piloto de 17 anos, alimentando especulações sobre uma possível estreia precoce na categoria principal.

No entanto, Wolff acredita que esses rumores não beneficiam Antonelli. “Existem tantas histórias sendo criadas que não o ajudam em nada. Ele precisa se concentrar na temporada da F2. Ele está fazendo muitos testes conosco para se preparar”, afirmou o dirigente da Mercedes após o GP de Miami.

Wolff também ressaltou que a Mercedes ainda não definiu quem será o companheiro de equipe de George Russell em 2025. “Essa decisão sobre o segundo piloto vai demorar semanas, senão meses”, disse o chefe de equipe austríaco.

Além disso, Wolff esclareceu que a Mercedes não solicitou a superlicença para Antonelli, campeão da FRECA em 2023. “Nós não fizemos nenhum pedido. Não fomos nós que procuramos a FIA para uma liberação antecipada”, afirmou.

Embora a vaga ao lado de Russell em 2025 pareça improvável para Antonelli, ele ainda pode ter um lugar na Williams, equipe cliente da Mercedes, como substituto de Logan Sargeant. Segundo vários rumores, teria sido a Willimas que pediu uma liberação especial à FIA para a superlicença de Antonelli, já que o mínimo exigido é 18 anos. Por enquanto, Wolff mantém o mistério sobre o futuro de Antonelli e do segundo piloto da Mercedes para a próxima temporada.