F1: Wolff conta que esperou bandeirada para falar com Hamilton no rádio: “Foi bom”

Toto Wolff contou que conseguiu segurar a emoção ao ver Lewis Hamilton liderando o GP da Inglaterra da F1. O chefão da Mercedes admitiu que esperou até o heptacampeão cruzar a linha de chegada para poder ir ao rádio conversar com seu piloto.

Há uma semana, George Russell venceu o GP da Áustria após o enrosco entre Lando Norris e Max Verstappen. Acontece que na época, quando assumiu a ponta, o dirigente austríaco logo veio no ouvido do britânico dizer algumas palavras, quase provocando um acidente.

“Estarei sempre envergonhado disso porque você sempre vê onde está seu piloto. Você não fala com ele quando está freando ou em uma curva de alta velocidade. Mas não olhei o GPS, vi apenas os outros dois fora, reagi a isso e apertei o botão no entusiasmo”, disse à época após receber reclamação de George.

Portanto em Silverstone, sua reação foi diferente. “Não havia necessidade hoje. Quando a corrida terminou, disse o que queria dizer e isso foi bom”, contou, dando risadas.