F1: Wolff confia que Mercedes vai mostrar seu verdadeiro potencial na Arábia Saudita

Toto Wolff afirmou que o carro 2024 da Mercedes não mostrou seu verdadeiro potencial no GP do Bahrein de Fórmula 1, no último final de semana.

Apesar de um teste de pré-temporada positivo e um bom começo de fim de semana com o novo W15, a equipe terminou o GP do Bahrein mais para trás do que o esperado. George Russell caiu do terceiro lugar no grid de largada para o quinto no final da corrida, 46.7 segundos atrás do vencedor, Max Verstappen.

Tanto Russell quanto o companheiro de equipe Lewis Hamilton, que chegou em sétimo, sofreram com instruções para resfriar o motor durante a corrida, o que custou cerca de 0.5s por volta.

O chefe de equipe Mercedes, Wolff, admitiu que a equipe falhou em prever a necessidade de tanto resfriamento, mas se mantém otimista, pois ambos os pilotos relataram que o carro está mais confortável para ser pilotado.

“Nossa corrida no Bahrein foi, na melhor das hipóteses, desanimadora”, disse Wolff. “Estávamos esperançosos de uma performance mais forte após o desempenho nos treinos e na sessão de classificação. Ambos os pilotos ficaram satisfeitos com o equilíbrio no início do fim de semana e com a plataforma mais estável proporcionada pelo W15. Infelizmente, na noite de sábado, o desempenho de refrigeração não correspondeu às nossas previsões.”

Wolff explicou como a necessidade de gerenciar a temperatura do motor também afetou os pneus.

“Isso nos forçou a entrar em modo de gerenciamento desde o início, o que teve o efeito cascata de reduzir a temperatura dos pneus abaixo do ideal”, continuou. “Isso nos custou a oportunidade de mostrar algo mais próximo do nosso verdadeiro potencial. Foi uma maneira frustrante de começar a temporada, mas vamos aprender com isso.”

No entanto, Wolff acredita que o GP da Arábia Saudita neste próximo final de semana pode oferecer à Mercedes uma oportunidade de dar um passo à frente com seu carro de 2024.

“Vamos buscar um fim de semana mais consistente, e entender nosso verdadeiro desempenho em relação ao resto do grid”, concluiu o austríaco.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.