F1: Williams teve superaquecimento nas duas unidades de potência no Bahrein

A Williams enfrentou problemas de superaquecimento com os dois carros hoje no GP do Bahrein de Fórmula 1, o que resultou em um P15 para Alex Albon e apenas o P20 para Logan Sargeant. O time britânico espera voltar mais forte no próximo final de semana no GP da Arábia Saudita.

Dave Robson, chefe de desempenho: “Estávamos lidando com problemas em ambos os carros desde o início da corrida e nunca demos a nenhum dos pilotos a oportunidade de avançar. Com trânsito intenso, estávamos operando as unidades de potência em seus limites de temperatura e tivemos que administrar isso com cuidado. Logan sofreu com outro problema eletrônico, e precisou trocar o volante no pit stop. Há claramente questões que precisamos corrigir totalmente antes do próximo sábado, quando correremos em Jeddah. Como vimos ontem, o pelotão intermediário está muito apertado e se tivéssemos feito um trabalho melhor hoje, havia uma oportunidade de marcarmos pontos. Felizmente, temos a chance de voltar imediatamente, resolver os problemas e correr melhor na Arábia Saudita”, concluiu.

Albon: “O carro em si estava bom, mas estamos muito atrás. Tivemos problemas durante toda a corrida com coisas que se tivéssemos feito mais corridas nos testes, teríamos sido capazes de evitar. Estávamos superaquecendo durante toda a corrida e com pouca potência, então esperamos poder dar uma olhada nos dados e chegar em Jeddah em melhor forma. Nosso ritmo em relação aos outros é bastante semelhante, então a disputa no pelotão intermediários é acirrada e difícil”, acrescentou.

Sargeant: “Foi frustrante porque ontem tivemos um problema eletrônico no volante na sessão de classificação e ele voltou hoje. O mais importante é que precisamos entender a causa raiz disso e corrigir daqui para frente. Tivemos uma primeira volta muito boa e um ótimo trecho inicial, onde obtivemos bons ganhos e parecia que isso estava chegando antes de termos o problema. Estávamos lutando um pouco com a temperatura da unidade de potência, o que significou que não eu conseguia ficar perto dos carros da frente, então foi uma noite um pouco decepcionante. Não há nada que não possamos resolver agora, mas precisamos entender tudo daqui para frente”, encerrou.