F1: “Sem ressentimentos”, disse Wolff sobre relação com Vasseur após anúncio de Hamilton

Na manhã da quarta-feira, Toto Wolff recebeu a notícia de que Lewis Hamilton irá se transferir para a Ferrari na temporada 2025 da Fórmula 1. Já na sexta-feira, Wolff afirmou que respeita a decisão de Hamilton e não guarda ressentimentos em relação ao chefe da equipe Ferrari, Fred Vasseur, conforme falou ao Motorsport-total.com.

Ainda em 2023, surgiram rumores sobre a possibilidade de Hamilton se mudar para a Ferrari. Essa especulação foi descartada quando Hamilton renovou seu contrato até 2025 com a Mercedes. No entanto, algo aconteceu desde então, já que Hamilton ativou uma cláusula contratual, indicando sua saída da Mercedes após a temporada de 2024 para ingressar na Ferrari no próximo ano.

Wolff sempre manteve uma boa relação com Vasseur, e ao ser questionado se essa mudança de Hamilton alteraria esse relacionamento, ele assegurou que não. Para Wolff, Vasseur estava apenas fazendo seu trabalho. O chefe da Mercedes destaca ainda que Hamilton e Vasseur já trabalharam juntos na Fórmula 3 e na GP2, conhecendo-se há mais de 20 anos. Portanto, Wolff não tem dúvidas de que os dois irão manter uma boa relação.

Com a mudança de Hamilton para a Ferrari em 2025, a Fórmula 1 se prepara para uma temporada de mudanças significativas, enquanto as atenções se voltam para quem assumirá o posto deixado pelo piloto britânico na Mercedes no próximo ano.