F1: Russell mantém esperanças para GP de São Paulo apesar de Sprint desafiadora

Na expectativa de uma reviravolta no Grande Prêmio de São Paulo de Fórmula 1, George Russell, piloto da Mercedes, mantém uma perspectiva otimista, mesmo diante de um resultado não tão favorável na corrida Sprint, onde tanto ele quanto seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, perderam posições significativas.

Toto Wolff, o chefe da equipe, descreveu o desempenho como um dia “contundente”. Contrariando a visão menos esperançosa de Hamilton, que praticamente descartou uma vitória na corrida principal, Russell vê no clima uma variável que poderia inverter a sorte da equipe.

Russell destacou a importância de adaptar os pneus às condições de corrida, uma combinação que não estava a favor da Mercedes na sprint. “É uma questão de acertar esses pneus na faixa ideal. Isso não aconteceu conosco hoje”, disse ele.

Com a imposição das regras de Parque Fechado, que limitam as mudanças que as equipes podem fazer em seus carros entre as corridas, Russell está de olhos postos em uma esperada mudança climática para dar à Mercedes a vantagem necessária. “Não estamos muito otimistas agora, mas as condições são diferentes e podem mudar tudo. Tenho 100% de certeza que será diferente amanhã. São 3 graus de diferença, o que é tudo. Estou de dedos cruzados para que mude para nós, mas sem garantias”, concluiu Russell com esperança cautelosa.

O F1MANIA.NET cobre o GP de São Paulo da F1 ‘in loco’ com Victor Berto, Gabriel Gavinelli, Nathalia De Vivo, Leonardo Marson e Ana Oliveira.