F1: Segundo alguns chefes de equipe, regras não falharam apesar da dificuldade de ultrapassagens

Apesar da crescente dificuldade em ultrapassar na Fórmula 1, alguns chefes de equipe afirmam que as últimas mudanças nas regras destinadas a facilitar as ultrapassagens, funcionaram conforme o esperado.

Depois de dois anos desde que a F1 revisou suas regulamentações para tentar proporcionar mais ultrapassagens, os pilotos têm reclamado que o problema do ‘ar sujo’, que os impede de correr próximos do carro que está na frente, está piorando novamente.

James Vowles, chefe da Williams, acredita fortemente que as regras mudaram a F1 para melhor, destacando a competição acirrada no pelotão intermediário, e afirmando que ainda é possível ultrapassar, embora reconheça que os carros estão mais difíceis de seguir de perto devido ao aumento do downforce.

Mike Krack, chefe da equipe Aston Martin, também apoia as regulamentações atuais, observando a diversidade de designs permitidos e reconhecendo que ainda há um certo tempo antes das novas regras da F1 entrarem em vigor em 2026.

Embora os desafios com ultrapassagens continuem, as equipes estão otimistas em relação às mudanças planejadas para 2026 na F1, esperando uma melhoria significativa nas disputas e ultrapassagens na categoria.