F1: Possível saída de Horner pode fazer Newey também deixar a Red Bull

Às vésperas do início da temporada 2024 da Fórmula 1, acusações de comportamento inapropriado contra o chefe da Red Bull Racing, Christian Horner, estão causando bastante turbulência dentro da equipe. A possível saída do dirigente já é discutida e pode estar ligada a outro fator inesperado.

Vários relatos sobre o ocorrido estão circulando, e a maioria aponta para acusações de uma colega de equipe de Horner. A matriz Red Bull iniciou uma investigação interna independente para apurar as denúncias.

O resultado da investigação e suas consequências para Horner ainda são incertos. Rumores sugerem que ele foi convidado a se afastar voluntariamente, o que se negou a fazer. Porém, se a investigação revelar fatos graves, a saída do chefe de equipe não pode ser descartada.

Este caso pode ganhar contornos ainda mais dramáticos, pois segundo o renomado jornalista britânico Joe Saward, os contratos de Horner e Adrian Newey na Red Bull possuem uma cláusula de proteção mútua. Em resumo, a saída de um deles poderia desencadear a do outro. A informação não foi confirmada oficialmente, mas caso Horner precise deixar a equipe, a dinâmica da Red Bull Racing pode sofrer uma reviravolta surpreendente.

Também é importante ressaltar que as acusações contra Horner ainda estão sob investigação e não foram comprovadas até o momento. A notícia se baseia em informações veiculadas na imprensa especializada e não deve ser interpretada como uma condenação antecipada.