F1: Pilotos da Red Bull minimizam crise gerada pela investigação sobre Horner

Em uma entrevista à RacingNews365, os pilotos da Red Bull, Max Verstappen e Sergio Perez, minimizaram o impacto da investigação sobre o chefe de equipe Christian Horner. Ambos reforçaram a importância da união na equipe e o foco na performance para a temporada 2024 da Fórmula 1.

Horner enfrenta acusações de ‘comportamento inadequado’ feitas por uma funcionária da equipe, e seu futuro na Red Bull gera especulações. No entanto, Verstappen afirmou que sua relação com o chefe da equipe permanece a mesma e classificou os rumores sobre uma possível saída de Horner do time, de ‘coisas que as pessoas gostam de escrever’. Para o atual campeão, seu foco está inteiramente em seu desempenho, preparo físico e discussões técnicas com os engenheiros.

“Além disso, minha vida não é só Fórmula 1”, afirmou o holandês. “Fora dos treinos programados, eu prefiro não pensar muito nisso. Tenho muitas outras coisas acontecendo, como meus projetos virtuais do futuro. Então, estou bastante ocupado fora das pistas.”

Perez ecoou o sentimento do companheiro de equipe, enfatizando o desejo de ‘apenas correr’. “Somos uma equipe de corrida e queremos que todos estejam juntos porque temos sido bem-sucedidos”, disse o mexicano. “O ideal é manter o time unido e focado nas pistas. Sabemos que Christian é um jogador chave na nossa organização”, encerrou.

Ambos os pilotos concordam que a investigação sobre Horner não deve ser uma distração. A Red Bull busca mais um título consecutivo, e a dupla de pilotos parece confiante para iniciar a temporada com foco total no desempenho.