F1: Ocon prefere ser cauteloso em relação ao novo carro da Alpine

Em uma aposta ousada para a temporada 2024 da Fórmula 1, a Alpine apresentou um carro completamente novo, o A524, com apenas o volante remanescendo do modelo do ano passado. O diretor técnico Matt Harman, afirmou que a equipe busca dar um salto, depois de cair do quarto para o sexto lugar no campeonato de construtores em 2023, apesar de dois pódios conquistados por Esteban Ocon e Pierre Gasly.

No entanto, o próprio Ocon pede cautela. Com um conceito tão inovador, o piloto francês acredita que o início da temporada pode ser difícil. “Não sei onde estaremos nos primeiros GPs, por isso não importa exatamente onde começamos”, disse Ocon. “O que importa é o meio da temporada. Espero que estejamos perto da frente, mas temos que ser humildes e realistas. É um conceito novo, e há uma chance de que não funcione muito bem no início, mas é a evolução e o progresso que precisamos.”

Com a mudança radical de filosofia de design, Ocon provavelmente terá que adaptar seu estilo de pilotagem para extrair o máximo do A524. “Haverá aspectos do carro que podemos aproveitar mais e confiar mais para obter performance. No automobilismo, sempre há um equilíbrio entre ganhos e perdas. Tentamos não perder muito, mas perdemos em alguns lugares. E se há um ponto forte no carro, precisamos usá-lo”, concluiu.

Resta saber se a aposta arriscada da Alpine dará bons frutos. Enquanto alguns torcedores já sonham com pódios, o próprio Ocon prega calma e foco no desenvolvimento ao longo da temporada. Será que o novo carro vai catapultar a equipe de volta ao topo? Somente as primeiras corridas revelarão o verdadeiro potencial do A524.