F1: Norris afirmou ainda estar se adaptando ao novo carro da McLaren

Lando Norris admitiu que ainda precisa se adaptar ao novo carro da McLaren para extrair o máximo de desempenho. Apesar de reconhecer o progresso da equipe, o piloto britânico revelou que o MCL38 não atende totalmente às suas preferências de pilotagem.

A McLaren impressionou no ano passado, saltando de dificuldades nas sessões de classificação para lutas por pódios. Norris, inclusive, conquistou sete terceiros lugares, vivendo sua melhor temporada na Fórmula 1 até o momento. Porém, o piloto confessou que não se sentia totalmente confortável ao volante do MCL60.

Embora considere o MCL38 um avanço em relação ao modelo anterior, Norris destaca que o carro da McLaren para 2024 ainda possui características que não lhe agradam.

“Fizemos progressos em várias áreas, mas em termos das características que sempre identificamos em um carro da McLaren, definitivamente não foi o tanto que eu esperava”, disse Norris.

“Mas isso é algo discutido internamente e há um bom trabalho em andamento. Tentamos várias soluções nos testes para lidar com essas fraquezas, mas ainda não chegamos a um caminho definitivo.”

“Ainda temos muito trabalho pela frente para melhorar nesses aspectos, pois são pontos que me deixariam mais feliz ao volante, me permitiriam extrair mais tempo do carro, ser mais consistente e torná-lo mais rápido no geral. É uma situação ganha-ganha se conseguirmos evoluir nessas áreas, mas está se provando um desafio. Estou completamente satisfeito com isso? Não. Mas estou feliz com o progresso que fizemos no intervalo entre as temporadas? Sim, estou”, disse ele.

O chefe da McLaren, Andrea Stella, revelou que a equipe introduzirá atualizações menores nas próximas provas, antes de um pacote significativo chegar no meio da temporada.

Com as equipes atrás da Red Bull em um pelotão compacto, Norris acredita que pequenas evoluções serão cruciais para a McLaren. “Algumas dessas coisas são pequenas. São ajustes que valem algumas centésimos em diferentes áreas”, disse ele sobre o cronograma de atualizações da McLaren.

“Quando você soma três ou quatro desses ajustes, pode representar alguns centésimos, e consequentemente, talvez um décimo de segundo. E um décimo já é um bom passo. São coisas que todas as equipes fazem a cada final de semana.”

“Traremos pequenas melhorias, como componentes mais leves e eficientes. Todas as equipes fazem isso. Claro, estamos tentando fazer nossas atualizações maiores e mais eficientes, mas esses ajustes menores são desenvolvimentos contínuos que tornam o carro mais rápido, e essas melhorias chegam a cada fim de semana, com algumas atualizações maiores programadas para mais adiante”, encerrou o piloto britânico.