F1: “Netflix não me larga”, afirmou Steiner

Apesar de não ser mais chefe de equipe, Guenther Steiner continua figurinha carimbada no paddock da Fórmula 1. Desde que deixou a Haas no final do ano passado, Steiner se tornou embaixador do GP de Miami e está escrevendo seu segundo livro. No entanto, o ex-chefe de equipe segue como um dos favoritos dos fãs, graças às participações constantes na série ‘Drive to Survive’ da Netflix.

“Eles (Netflix) continuam me procurando”, disse Steiner no podcast ‘F1 Explains’ em Miami, sobre o contato após sua saída da Haas. “Na verdade, quando saí da Haas, eles me ligaram perguntando se podiam filmar. Eu disse: ‘O que vocês querem filmar? Eu sou só um cara sentado em casa, desempregado, sabe?’. A questão interessante é que eles falaram: ‘Com certeza vai ter alguma coisa’,” acrescentou.

Steiner foi chefe de equipe na Haas entre 2016 e 2023, antes de deixar a equipe para a temporada 2024. Desde o lançamento de ‘Drive to Survive’ em 2019, ele conquistou o público com suas participações. Nos finais de semana de corrida, era comum ver fãs pelo paddock usando roupas com o rosto do italiano ou bordões famosos ditos por ele. Devido ao sucesso do programa, Steiner criou uma relação próxima com a equipe de filmagem da Netflix. “Depois de anos filmando com eles, você conhece as pessoas, vira amigo delas”, encerrou o ex-chefe da Haas.