F1: “Nem Batman vence com carro ruim”, disse Briatore sobre Hamilton na Ferrari

A decisão de Lewis Hamilton de trocar a Mercedes pela Ferrari em 2025, pegou o paddock da Fórmula 1 de surpresa. Agora, especialistas e ex-pilotos analisam os riscos e potenciais do heptacampeão nessa nova etapa da carreira.

Flavio Briatore, ex-chefe da Renault, declarou-se surpreso, mas desejou sorte a Hamilton e à Ferrari. No entanto, ressaltou a importância de um carro competitivo: “Nem Batman vence com carro ruim”. Já Jarno Trulli, ex-piloto de F1 italiano, acredita que a mudança beneficia mais Hamilton do que a Ferrari, pois ele já conquistou tudo na Mercedes.

Ralf Schumacher, irmão do lendário Michael, vê a ida do britânico para a Ferrari como uma aposta positiva. Ele destaca o papel do atual chefe de equipe Fred Vasseur, e acredita que Lewis sonha com seu oitavo título. Robert Doornbos, ex-piloto da Red Bull, reforça a atratividade da Ferrari e o desafio de quebrar o jejum de títulos desde 2007.

Christijan Albers, ex-piloto holandês, apoia a decisão de Hamilton, considerando a estagnação da Mercedes. Sobre a parceria com Charles Leclerc, acredita que ambos saberão se adaptar. Ele também vê a chegada de Lewis como um impulso para a confiança e motivação da Ferrari.

Para Carlos Sainz, a vaga na Ferrari será ocupada por um ‘gigante como Hamilton’. Segundo Jarno Trulli, o espanhol aceitará a situação e encontrará um bom rumo na carreira. As principais apostas dos especialistas colocam Sainz na Audi a partir de 2026, ou ao lado de George Russell na Mercedes. Porém, Albers descarta ambas as opções, sugerindo que ele não seria ideal para a equipe alemã.

Com tantas opiniões e especulações, a temporada de 2025 promete ser repleta de emoções. Será que Lewis Hamilton conseguirá repetir seus feitos, agora na Ferrari? O tempo dirá se a audácia do heptacampeão será recompensada ou se este será um grande salto no vazio.