F1: “Não podemos ficar acomodados”, afirmou Vasseur

A Ferrari venceu duas corridas na temporada 2024 da Fórmula 1 até agora, incluindo o GP de Mônaco, mas o chefe da equipe Frederic Vasseur pede cautela.

O bom desempenho da Ferrari e da McLaren colocou a Red Bull sob maior pressão nas últimas etapas. A Ferrari venceu na Austrália após o abandono de Max Verstappen, e a McLaren triunfou em Miami. Em Mônaco, novamente a Scuderia levou a melhor.

Vasseur destacou o aumento da confiança da Ferrari na briga pelo topo do campeonato. “Não é uma questão de motivação, porque a motivação já existia há algum tempo”, disse Vasseur à imprensa. “É a autoconfiança dos pilotos e da equipe. A partir do momento que você está em posição de vencer, presta mais atenção aos detalhes, é como uma bola de neve. Isso faz parte da melhora que tivemos nos últimos seis ou sete meses”, disse ele.

A Red Bull venceu cinco das oito primeiras corridas este ano, e começou a temporada como grande favorita, após o grande domínio em 2023. Embora a Ferrari pareça ter dado passos significativos, Vasseur alerta para o perigo da complacência.

“Temos que continuar assim, mas o pior cenário seria imaginar que já está tudo feito, que vai ser assim até o final. Tenho certeza que, como eu disse antes, teremos pistas diferentes com traçados e características diferentes. Estamos brigando mais com McLaren e Red Bull, e o campeonato será equilibrado até o fim. Precisamos pontuar bem quando não estamos no topo e vencer quando a oportunidade surgir. Mas nosso foco principal não muda”, finalizou o francês.