F1: Massa diz que Jos Verstappen não deveria interferir no caso Horner

O ex-piloto de Fórmula 1, que atualmente corre na Stock Car, Felipe Massa criticou a interferência de Jos Verstappen nos assuntos internos da Red Bull Racing. O brasileiro acredita que o pai de Max Verstappen não deveria se intrometer em questões que não lhe dizem respeito.

A Red Bull enfrenta turbulências desde o início da temporada, com o desfecho da investigação sobre Christian Horner e a posterior declaração da Red Bull GmbH, inocentando o chefe do time. A situação se agravou com o vazamento de um email que teria as mensagens enviadas por Horner à funcionária da equipe que o acusou, exigências de transparência por parte de equipes concorrentes, e os comentários de Jos Verstappen, que defendeu a saída de Horner.

Para Massa, a atitude de Jos é um mau exemplo. “Não é correto o pai de um piloto falar à imprensa sobre algo que não é da sua conta. A equipe precisa focar em trabalhar internamente”, afirmou Massa ao Motorsport.com brasileiro.

As críticas de Massa se referem às declarações feitas por Jos Verstappen no GP do Bahrein. “Enquanto ele permanecer no cargo, haverá tensão. A equipe corre o risco de se desintegrar. Não pode continuar assim, ou vai explodir. Ele está se fazendo de vítima, quando é o causador dos problemas”, disse o holandês, também ex-piloto de F1, ao Mail Sport

Mesmo após um encontro entre Jos Verstappen e Horner após a corrida no Bahrein, a situação na Red Bull parece longe de se acalmar. De acordo com a imprensa, conversas entre Jos e Toto Wolff colocaram Max Verstappen na mira da Mercedes para a temporada de 2025.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.