F1: Leclerc espera dificuldades para a Ferrari em Jeddah

A Ferrari iniciou a nova temporada da Fórmula 1 com um pódio no GP do Bahrein, com Carlos Sainz terminando em P3, mas Charles Leclerc que chegou em P4 no Bahrein, acredita que a corrida na Arábia Saudita será um desafio maior.

Leclerc teve problemas de freio durante a corrida no Bahrein. No entanto, o companheiro de equipe Sainz, mostrou bom ritmo e conquistou o terceiro lugar.

A segunda etapa do campeonato acontece em um circuito bem diferente. A pista de Jeddah é um traçado de rua de alta velocidade, que exigirá muito dos pilotos.

Falando à imprensa, Leclerc afirmou: “Não acho que essa característica da pista seja nossa maior força. Senti que fomos fortes nas curvas de média velocidade. Historicamente, também sempre fomos fortes no Bahrein, então prefiro esperar mais algumas corridas para ver quais são nossas fraquezas e quais são nossos pontos fortes, pois provavelmente é cedo demais para dizer isso.”

Apesar de não conseguir desafiar a Red Bull no Bahrein, a Ferrari ficou animada com o final de semana, após uma temporada difícil no ano passado. O chefe de equipe Frederic Vasseur, estimou que a Ferrari eliminou pelo menos 50% da vantagem da Red Bull.

Quando perguntado se a Ferrari vai incomodar a Red Bull daqui para frente este ano, Leclerc respondeu: “Não por enquanto, mas acho que estamos em uma posição muito melhor em comparação com o ano passado. Depois da primeira corrida, estávamos mais tentando resolver os problemas do que focar no futuro e nas próximas atualizações. Este ano, o carro está em um lugar muito melhor, no lugar que esperávamos. Então agora podemos nos concentrar nas atualizações futuras. A situação parece melhor, mas Max (Verstappen) ainda está muito à frente”, encerrou o monegasco.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.