F1: Leclerc afirma que SF-24 é um “passo à frente” em relação ao carro de 2023

O piloto da Ferrari, Charles Leclerc, expressou otimismo em relação ao novo carro da equipe para a temporada 2024 da Fórmula 1, afirmando que é ‘definitivamente um passo à frente’ em relação ao SF-23, conforme indicado nos testes de simulador.

Após uma temporada desafiadora que viu a Ferrari cair para o terceiro lugar no Campeonato de Construtores, a equipe italiana está comprometida com uma reformulação completa com o SF-24, apresentado nesta terça-feira. Carlos Sainz realizou o primeiro teste no circuito de Fiorano, e Leclerc elogiou as primeiras impressões do modelo virtual.

“No simulador, a sensação é boa”, disse Leclerc. “O carro é definitivamente um passo à frente em comparação com o do ano passado. Estamos focando nas principais fraquezas que tivemos em 2023, como fazemos todos os anos, e até agora o carro no simulador tem reagido extremamente bem.”

Leclerc reconhece que o progresso da equipe só será confirmado quando o carro entrar na pista para disputar com os concorrentes. “Há obviamente outra parte importante nisso, que é o quanto isso se correlaciona com o carro real quando o colocarmos pela primeira vez na pista no Bahrein. Esse será um momento crucial para determinar se fizemos um bom trabalho para esta temporada. Mas até agora, está tudo indo bem, e tudo o que testamos no simulador foi positivo.”

O piloto destacou que o objetivo principal da Ferrari era produzir um carro que superasse as dificuldades enfrentadas com o SF-23. “Acho que a principal área em que tivemos que trabalhar foi a sensibilidade às mudanças de condições (climáticas e de pista)”, disse Leclerc. “Tínhamos um carro muito ‘temperamental’ no ano passado, forte em condições perfeitas, mas com grande impacto em nosso desempenho em situações adversas, como vento. Isso é algo que gostaria de ver mudar para este ano.”

Enquanto isso, antes de testar a nova criação da Ferrari, Carlos Sainz concordou com a avaliação positiva de Leclerc sobre o comportamento virtual do carro em comparação ao ano anterior. “Eu realmente não gosto de entrar em detalhes sobre como o carro se comporta no simulador, porque é algo muito privado para a equipe”, afirmou Sainz. “Mas sim, definitivamente parece diferente. O objetivo é que o carro pareça diferente, dê mais confiança aos pilotos e extraia mais tempo de volta. No ano passado não foi fácil nesse aspecto, mas este ano, tenho certeza de que demos passos na direção certa. Se será o suficiente, só o tempo dirá.”

O espanhol, que conquistou a única vitória não pertencente à Red Bull na última temporada no GP de Singapura, reconhece que a Ferrari precisará melhorar em todas as áreas para ser uma concorrente ao título. “Acredito que, se realmente quisermos disputar o título este ano, precisamos melhorar em todas as áreas do carro. É exatamente o que temos tentado fazer durante todo o intervalo entre as temporadas, tentando melhorar cada área. Não deixar nada sem ser tocado ou sem tentar melhorar”, finalizou Sainz.