F1: Jos Verstappen defende mulher que foi suspensa pela Red Bull e critica foco de Horner

A polêmica envolvendo Christian Horner ganhou um novo capítulo. No início do final de semana, foi revelado que a mulher que acusou o chefe da Red Bull Racing de comportamento inadequado havia sido suspensa pela equipe. De acordo com o Daily Mail, Jos Verstappen declarou seu apoio à mulher.

Mesmo não estando presente no GP da Arábia Saudita de Fórmula 1, o pai de Max Verstappen não deixou de comentar a situação. “Eu sinto empatia pela mulher, por tudo que ela passou, mas vamos ver o que acontece”, disse Jos.

Questionado se seria o momento de encerrar o assunto, Verstappen pai foi enfático: “Acho que é um pouco tarde para isso agora. Se é isso que ele (Horner) quer, tudo bem, mas não acho que seja possível. Não quero falar muito mais para não criar problemas. A coisa mais importante para mim é que Max esteja feliz, é isso que importa, eu só quero que ele esteja bem.”

Jos alegou não saber exatamente o que está acontecendo com a mulher no momento, mas afirmou: “Todas essas coisas que estão acontecendo estão influenciando Max. Ele terminou o primeiro treino em terceiro, e tudo o que ouvimos é sobre Horner e o que aconteceu com ele. Na entrevista coletiva que Horner deu outro dia, era tudo sobre ele e seus problemas, quando deveríamos estar falando sobre Max, o carro, seu desempenho e a corrida. Eu já disse que acho que isso está causando problemas, se ele (Horner) ficar na equipe”, finalizou o ex-piloto de F1.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.