F1: Importante engenheiro da Mercedes pode seguir Hamilton para a Ferrari

A mudança de Lewis Hamilton para a Ferrari a partir da temporada 2025 da Fórmula 1, pode gerar um êxodo maior de integrantes da Mercedes. Além do já confirmado chefe de performance Loic Serra, outro nome importante pode rumar para Maranello: Riccardo Musconi.

No momento, ocupando o cargo de Engenheiro-chefe de performance de pista da Mercedes, Musconi trabalhou como engenheiro de corrida de Valtteri Bottas e George Russell, sendo promovido em 2023. De acordo com o jornal italiano Gazzetta dello Sport, a Ferrari estaria de olho no italiano para um cargo similar na equipe.

A contratação de Musconi teria como foco o desenvolvimento do carro de 2026, visando as novas regras técnicas que mudarão radicalmente na Fórmula 1. No entanto, a Mercedes tentaria segurar o profissional, impondo o ‘período de jardinagem’ (afastamento obrigatório) previsto em contrato.

Isso significa que, caso Musconi aceite a proposta da Ferrari, ele só poderia iniciar o trabalho lá após um determinado período, evitando levar para Maranello informações confidenciais da Mercedes.

A possível saída de Musconi soma-se às incertezas em relação ao futuro do experiente Peter Bonnington (mais conhecido como Bono), engenheiro de corrida de Hamilton na equipe alemã. Toto Wolff, chefe da Mercedes, já afirmou que o destino de Bono será discutido nos próximos meses.

Toda essa movimentação nos bastidores da Fórmula 1 promete ser intensa, com a ida de Hamilton para a Ferrari abrindo novas especulações e disputas por profissionais qualificados.