F1: Horner rebate Brown, dizendo que ter duas equipes na categoria não é um problema

A persistente oposição do CEO da McLaren, Zak Brown, além de outros nomes da categoria, à propriedade de duas equipes na Fórmula 1 pela Red Bull, ‘não é uma questão’, segundo o chefe da Red Bull Racing, Christian Horner.

Brown vem criticando a Red Bull por possuir duas equipes: a Red Bull Racing e a recentemente renomeada AlphaTauri (ex-Toro Rosso), que agora se chama Visa Cash App RB (VCARB). Ele acredita que a FIA deveria reavaliar as regras para acabar com esse arranjo, alegando que não é justo do ponto de vista técnico, esportivo e comercial.

Durante a coletiva de imprensa da FIA no Bahrein, Brown reiterou sua posição, argumentando que, com o teto de gastos, é preciso repensar esse modelo. Horner por sua vez, respondeu longamente às alegações de Brown, começando por refutar a afirmação de que nenhum outro esporte possui equipes sob o mesmo dono. Ele citou o exemplo dos times de futebol RB Leipzig e FC Red Bull Salzburg, que competiram na Liga dos Campeões da UEFA na última temporada.

Horner também detalhou a história da AlphaTauri, desde sua fundação como Toro Rosso, quando o falecido fundador da Red Bull, Dietrich Mateschitz, comprou a equipe Minardi. Ele ressaltou que Mateschitz salvou a Minardi, que estava ‘eternamente lutando, insolvente e à beira da falência, e investiu significativamente nas instalações de Faenza, na Itália’, antes da primeira temporada da equipe em 2006.

O chefe da Red Bull elogiou a empresa por manter ambas as equipes durante a recessão global de 2008, enquanto outras como Toyota, BMW e Honda deixaram a categoria. Ele destacou que ‘a Red Bull permaneceu resoluta e continuou a apoiar ambas as equipes durante aquele período difícil’.

Horner continuou: “Os regulamentos evoluíram, obviamente, e a equipe de Faenza teve que se tornar sua própria fabricante, então mais investimentos foram feitos na infraestrutura de Faenza. O compromisso que a Red Bull fez com a Fórmula 1, o compromisso que a Red Bull fez com essas duas equipes, é excepcional e deve ser aplaudido e agradecido, em vez de ridicularizado e tentado a ser comprometido.”

Ele defende que as equipes são totalmente separadas, uma no Reino Unido e outra na Itália (embora a VCARB tenha sede no Reino Unido, em Bicester, que em breve será transferida para Milton Keynes, e isso Horner não citou).

Horner considera que a relação entre as duas equipes, é muito menos próxima do que algumas equipes que têm relacionamentos muito estreitos com seus fabricantes de motores.

“Eu não entendo o barulho que está sendo criado sobre isso. Acho que a Red Bull deveria ser aplaudida pelo apoio, pelo compromisso e pelos empregos que eles forneceram durante os bons e maus momentos. Então para mim, realmente não é uma questão”, encerrou Horner, que segue sendo investigado por acusações de ‘comportamento inadequado’ contra uma funcionária da Red Bull.