F1: Horner nega boatos sobre possível saída de Marko da Red Bull

Apesar do clima tenso nos bastidores da Red Bull Racing, com a investigação sobre Christian Horner e a ameaça de saída de Helmut Marko, o chefe da equipe, negou os rumores de um possível afastamento do consultor.

Marko chegou a declarar publicamente sua incerteza sobre o futuro na Red Bull, o que gerou especulações sobre uma certa influência de Max Verstappen na decisão a favor de Marko. No entanto, Horner esclareceu que a relação com o piloto holandês é boa e que as escolhas da equipe são feitas pensando no melhor para o time.

“É claro que temos um ótimo relacionamento com Max e ouvimos tudo o que ele tem a dizer”, afirmou Horner. “Mas a equipe sempre tomará as decisões corretas para si mesma. Seja estrategicamente, em uma corrida, para o futuro, na escolha de fornecedor de motores ou patrocinadores, a equipe sempre fará o que for melhor para o time.”

Mesmo com a agitação fora das pistas, a Red Bull segue colecionando vitórias. A equipe conquistou a segunda dobradinha consecutiva na temporada, em Jeddah no GP da Arábia Saudita de Fórmula 1, provando que o foco em vencer permanece intacto.

“Estamos concentrados em vencer, e é isso que fazemos bem e o que fizemos hoje (sábado)”, disse Horner. “É assim que começamos esta temporada. Sei de todo o barulho, mas isso não distraiu a equipe do trabalho. Somos um time.”

Apesar de minimizar o impacto dos conflitos internos, Horner reconhece a importância de Marko para a Red Bull. “Helmut não trabalha para mim, nem para a Red Bull Racing, ele trabalha para a Red Bull GmbH (empresa proprietária da equipe de F1). Mas acho que você pode ver que ele está ansioso para continuar essa incrível sequência de vitórias que temos alcançado”, finalizou o chefe da Red Bull.