F1: Horner afirmou não saber se Hamilton na Ferrari terá impacto para Red Bull

A notícia sobre a ida de Lewis Hamilton para a Ferrari a partir da temporada 2025 da Fórmula 1, gerou reações imediatas. Na apresentação do RB20, o chefe da Red Bull, Christian Horner, comentou o assunto, deixando em aberto possíveis desdobramentos para sua equipe.

Hamilton encerrará sua vitoriosa trajetória na Mercedes no final de 2024, iniciando uma nova etapa na equipe italiana ao lado de Charles Leclerc. A decisão surpreendeu muita gente, inclusive a própria Mercedes, segundo Horner.

Para a Red Bull e Max Verstappen, principal rival de Hamilton, o impacto dessa mudança é incerto. “É difícil dizer”, respondeu Horner sobre um possível benefício para sua equipe.

Apesar da indefinição para a Red Bull, Horner vê a parceria Ferrari-Hamilton de forma positiva para a F1. A única frustração é a espera até 2025.

“O timing da notícia é incomum e surpreendeu muita gente. Mas Lewis nunca fugiu de decisões ousadas. Ele já trocou a McLaren pela Mercedes, que não estava bem na época, e deu certo. Ele deve ter visto algo na Ferrari que o atraiu. Essa união é ótima para a F1, só é uma pena esperarmos até 2025”, concluiu Horner.

Enquanto a estreia de Hamilton na Ferrari ainda vai demorar para acontecer, resta especular as implicações da situação para a Red Bull e para toda a dinâmica no grid da Fórmula 1.