F1: Hamilton afirma que problemas na Red Bull lembram drama da McLaren em 2007

Lewis Hamilton acredita que os conflitos internos da Red Bull Racing podem prejudicar a atual campeã da Fórmula 1. O piloto da Mercedes comparou essa situação com um período conturbado que viveu na McLaren.

Apesar do domínio da Red Bull se manter no início da temporada 2024, as manchetes em torno da equipe têm sido dominadas pela investigação sobre o chefe do time, Christian Horner. Mesmo inocentado de acusações de comportamento inadequado em uma investigação conduzida pela própria equipe, o caso colocou em xeque o futuro de Max Verstappen.

O pai do piloto holandês, Jos Verstappen, chegou a afirmar que a presença de Horner poderia ‘implodir’ a Red Bull. O próprio Max tem se mostrado hesitante em seu apoio ao chefe da equipe.

Hamilton comentou sobre a situação na Red Bull e na FIA, cujo presidente, Mohammed Ben Sulayem, enfrentou acusações de interferência no resultado do GP da Arábia Saudita em 2023 e de tentar impedir a homologação do circuito de Las Vegas também no ano passado, sendo inocentado em investigação realizada também pela própria FIA: “Acho que todos estamos surpresos com o que está acontecendo! Vocês não estão? Surpresos que tudo isso esteja em evidência, mas ao mesmo tempo não surpresos.”

Apesar de Horner afirmar que a equipe segue unida, Hamilton duvida que os recentes eventos não tenham abalado a Red Bull internamente. O piloto britânico relembrou o escândalo de espionagem (Spygate) que atingiu a McLaren durante sua temporada de estreia na F1, em 2007, e como isso afetou toda a equipe.

“Tive a experiência de algo similar na McLaren, quando a liderança estava sendo questionada e passando por um momento difícil. Isso afetou a todos”, disse Hamilton. “Seja qual for a situação na Red Bull, eu já vivi uma experiência semelhante quando estávamos perdendo Ron (Dennis), por exemplo, e os problemas que ele enfrentava na época. As atitudes que precisam ser tomadas acabam afetando a todos”, acrescentou.

Hamilton reforça a importância do líder para o sucesso de uma equipe: “Um líder é super importante. Ele define o tom, garante que a equipe siga os valores centrais do esporte, como integridade… É claro que todas as pessoas na hierarquia são importantes, mas o líder é essencial para alcançar o objetivo final”, encerrou o heptacampeão.