F1: Ferrari garante P2 com Leclerc e Bearman surpreende com bom desempenho

A Ferrari teve uma sessão de classificação para o GP da Arábia Saudita de Fórmula 1, diferente hoje, devido a Carlos Sainz ter tido uma crise de apendicite, tendo que passar por cirurgia. Ele foi substituído pelo piloto reserva da equipe que atualmente corre na F2, Oliver Bearman, que de forma até surpreendente conseguiu o P11 para o grid de largada amanhã. Enquanto isso, Charles Leclerc garantiu um ótimo P2.

Frédéric Vasseur, chefe da equipe: “Foi uma sessão muito boa, embora Max (Verstappen) tenha feito um trabalho fantástico no início do Q3, e o tempo da pole estivesse um pouco longe para nós. A última tentativa de Charles foi muito boa e ele conseguiu garantir o P2, largando mais uma vez na primeira fila. Agora com ele temos que focar na corrida, tivemos um bom ritmo ontem, então precisamos ter uma boa estratégia e uma corrida limpa. Também estou satisfeito com Oliver porque não foi um dia fácil para ele, entrando no carro no último minuto, pois eu só disse a ele por telefone três horas antes do TL3. Conseguir chegar ao Q2, não muito longe de chegar ao Q3 e em uma pista muito difícil, é bastante impressionante. Apesar de ter tantas coisas para resolver, ele não estava particularmente nervoso e foi uma experiência inesquecível para ele. No TL3 nos concentramos em fazer pit stops e também trabalhamos nas largadas, dois aspectos que serão importantes para ele amanhã. Vamos ver o que ele pode conseguir”, concluiu.

Leclerc: “Não estou totalmente satisfeito com a sessão de classificação de hoje e vamos trabalhar para compreender a sensação que tive durante a sessão, para podermos tirar todo o potencial do carro no futuro. Desejo ao Carlos tudo de bom para uma rápida recuperação e parabéns ao Ollie, que é extremamente talentoso e mostrou isso hoje em sua primeira participação oficial na Fórmula 1. Ele fez muito trabalho de simulação, o que me deixa feliz em ver que a preparação que ele fez na fábrica valeu a pena, pois ele estava bem preparado e foi extremamente impressionante hoje. Acho que entre nós dois podemos somar muitos pontos amanhã”, acrescentou.

Bearman: “Foi um ótimo dia, mas poderia ter sido ainda melhor. Não foi a forma ideal de estrear na F1 e claro que envio todos os meus melhores votos ao Carlos para uma rápida recuperação. Mas é uma grande oportunidade, no entanto. Eu gostaria de ter chegado à sessão de classificação com mais do que as 22 voltas que fiz no TL3. Mas ainda posso estar feliz hoje, mesmo que o Q2 tenha sido um pouco confuso. Estava muito perto, mas cometi um erro na minha primeira volta, então tive que fazer uma segunda e a essa altura os pneus já não estavam no seu melhor. Agora estou pronto para aproveitar ao máximo esta oportunidade amanhã. Vou me concentrar em trazer o carro para casa, embora os pontos sejam bons. Mas é a minha primeira corrida numa pista muito difícil, por isso não posso esperar muito”, finalizou.

O F1MANIA.NET acompanha ‘in loco’ o GP da Arábia Saudita com o jornalista Rodrigo França direto de Jeddah.