F1: Ferrari empolgada, mas Vasseur mantém cautela

A Ferrari teve motivos para sorrisos nos boxes durante os testes de pré-temporada 2024 da Fórmula 1 no Bahrein. A equipe italiana marcou o melhor tempo na quinta-feira, e também repetiu o feito na sexta-feira. Porém, o chefe de equipe Frederic Vasseur pede calma e não quer se iludir com os números no cronômetro.

“Claro, é melhor estar na frente do que atrás”, disse Vasseur à F1TV. “Mas por outro lado, você não sabe o nível de combustível dos outros, nem as configurações do motor. É muito difícil ter um panorama claro. O mais importante e interessante para nós é provavelmente o sentimento de Carlos (Sainz) e Charles (Leclerc). Eles estão muito mais confortáveis no carro, que parece ser bem mais consistente, provavelmente um pouco mais fácil de pilotar também. E esse é um grande passo para nós.”

Vasseur lembra que a Ferrari já evoluiu bastante em 2023, mas não o suficiente para acompanhar a Red Bull em termos estruturais. Com o novo carro, o francês espera que a equipe dê mais um passo na direção certa, mas duvida que seja suficiente para superar a atual campeã.

“Temos que ficar calmos com isso. O mais importante é confiar nos nossos caras porque o feedback deles foi positivo e ainda temos muito trabalho a fazer no desenvolvimento, com certeza. Acho que a Red Bull ainda está na frente, mas vamos continuar pressionando e veremos onde estaremos na próxima semana. Então não vamos nos empolgar demais por enquanto”, finalizou Vasseur.

Apesar do discurso cauteloso, o bom desempenho nos testes alimenta a esperança dos torcedores da Ferrari de brigar pelo título em 2024. A temporada começa no próximo final de semana com o GP do Bahrein.