F1: Ex-diretor da Mercedes diz que Verstappen seria rápido mesmo com carro ruim

Enquanto Toto Wolff ainda pedia desculpas a Lewis Hamilton em 2022 por ter que pilotar um carro ‘horrível’, o ex-diretor da Mercedes, Nick Fry, tem uma opinião diferente sobre Max Verstappen. Fry acredita que o holandês dominaria a Fórmula 1 mesmo com um carro inferior.

Durante uma conversa com a OLBG, Fry afirmou: “Infelizmente, tenho que dizer que Verstappen está mostrando ser o melhor piloto do momento. Não acho que o carro faria muita diferença. Na verdade, pode até o ajudar, já que ele demonstrou grande capacidade de adaptação e provavelmente pilotaria qualquer carro melhor que os concorrentes.”

Enquanto Wolff lamentou o W13, Fry acredita que Verstappen lideraria o campeonato mesmo com um carro menos potente, sem precisar de uma máquina como o RB19 da Red Bull. “Já ouvi alguém dizer: ‘Se você sabe pilotar, pilota qualquer coisa’. Acho que não faria diferença colocar Max em um carro ruim ou na Red Bull, ele provavelmente ainda venceria o resto. Ele é muito adaptável. Não acho que mudaria muito, infelizmente. Se colocasse Max no final do grid, ele ainda se sairia melhor que a maioria, mas talvez não vencesse. Grande parte se deve ao carro. A Red Bull tem o melhor piloto e o melhor carro”, completou Fry.

A afirmação de Fry certamente gera debate. Até que ponto o talento de um piloto pode superar as limitações de um carro? Será que Verstappen realmente dominaria a F1 em qualquer máquina? Na verdade a resposta é bastante óbvia: Não. Basta imaginar o holandês pilotando o carro de 2023 da Haas, para saber que ele não só estaria muito longe do título, como provavelmente não teria vencido nenhuma corrida no ano passado.