F1: Estratégias de pneus e expectativas para o GP da Espanha 2024

A preparação para o Grande Prêmio da Espanha deste ano tem gerado muitas expectativas, principalmente em relação à escolha de pneus e estratégias de corrida. Com a visita ao Circuito de Barcelona-Catalunya, um dos mais desafiadores e rápidos do calendário, as equipes devem estar prontas para qualquer coisa.

O Circuito de Barcelona-Catalunya passou por algumas alterações que o tornaram um dos mais rápidos do calendário. A combinação de curvas de alta velocidade e a dificuldade em ultrapassar tornam a corrida particularmente estratégica. Além disso, o desempenho dos pneus aqui não segue o padrão estabelecido em outras pistas, adicionando mais uma camada de complexidade para as equipes.

F1: Estratégias de pneus e expectativas para o GP da Espanha 2024

A previsão é de que a corrida tenha múltiplas paradas, com uma ampla janela de pit stops e uma proximidade entre os carros que não se via há anos. No ano passado, a maioria dos pilotos que pontuaram usou uma estratégia de duas paradas, com todas as combinações de compostos em jogo. Max Verstappen, por exemplo, venceu com uma estratégia rara de médio>duro>macio, parando nas voltas 26 e 52.

F1: Estratégias de pneus e expectativas para o GP da Espanha 2024

A estratégia mais provável para este ano, de acordo com a análise da Pirelli, é começar com pneus macios, passando para médios e terminando com macios novamente. As janelas ideais para os pit stops são entre as voltas 15-21 e 41-47. No entanto, também é possível ver uma abordagem de três paradas com combinações de três stints de pneus macios e um stint mais longo de médios.

F1: Estratégias de pneus e expectativas para o GP da Espanha 2024

A previsão de chuva para o domingo pode afetar significativamente a corrida. Caso chova pela manhã, a pista ficará mais verde, com menos aderência e maior desgaste dos pneus. Isso poderia alterar as estratégias de pneus, talvez tornando os pneus duros uma opção mais atraente. Contudo, com temperaturas mais baixas e uma pista mais fria, os pneus macios podem ser preferidos.

Mario Isola, diretor de automobilismo da Pirelli, comentou: “Se chover pela manhã e tivermos uma pista verde, isso acelera o desgaste dos pneus, porque os carros deslizarão muito mais, especialmente a frente esquerda. Isso certamente tornaria a corrida mais imprevisível.”