F1: Diretor do GP de Silverstone atribui domínio da Red Bull à falta de ingressos esgotados

Silverstone, é um dos circuitos mais icônicos da Fórmula 1, mas enfrenta um desafio inusitado para temporada de 2024: a falta de ingressos esgotados. Stuart Pringle, diretor administrativo de Silverstone, acredita que o domínio da Red Bull na temporada atual é um dos principais motivos para essa situação.

Desde o sucesso do documentário da Netflix “Drive to Survive”, a popularidade da F1 cresceu significativamente, levando a recordes de público em Silverstone. No entanto, o cenário mudou para 2024. “Se há uma grande probabilidade do mesmo vencedor, e o risco é retirado do esporte, isso realmente tira o brilho. O ano passado foi muito repetitivo em termos de uma equipe dominar e eles começaram esta temporada da mesma maneira”, explicou Pringle.

Entre 5 e 7 de julho, cerca de 470.000 fãs são esperados em Silverstone, um número impressionante, mas os ingressos não foram vendidos tão rapidamente como em anos anteriores. Em 2022, os ingressos esgotaram rapidamente, com mais de 140.000 vendidos logo após o início das vendas. Agora, alguns fãs apontam o aumento dos preços como um fator de desmotivação, enquanto outros citam a dominância da Red Bull como um fator de desinteresse.

Stuart Pringle destacou a diferença em comparação com os anos de domínio de Lewis Hamilton: “As coisas podem estar mudando agora, e eu reconheço que tivemos vários anos de um piloto britânico dominando o campeonato, e não nos importamos tanto com isso como promotores britânicos! Mas certamente tem sido muito mais difícil com a Red Bull dominando,” acrescentou.

Pringle também defendeu a estratégia de preços dinâmicos de Silverstone, que foi criticado no ano passado. “Uma das cadeias de pubs precifica seus pintos de maneira diferente em uma sexta-feira à noite e sábado à noite em comparação com o resto da semana. Somos promotores. Precisamos incentivar as pessoas a gastar seu dinheiro. Precisamos de dinheiro no negócio. Precisamos saber que vamos conseguir pagar nossas contas. Então, não tenho problema algum em incentivar as pessoas e recompensá-las por reservar cedo,” finalizou.