F1: Button comenta impacto da mudança de Hamilton para a Ferrari na atmosfera da Mercedes

O campeão mundial de F1 de 2009, Jenson Button, questiona a atmosfera na Mercedes após a decisão de Hamilton de se juntar à Ferrari

Jenson Button, campeão mundial de Formula 1 em 2009, questionou como será a atmosfera na Mercedes este ano, seguindo a decisão de Lewis Hamilton de se mudar para a Ferrari em 2025.

Foi anunciado na quinta-feira que Hamilton ativou uma cláusula de rescisão em seu atual contrato com a Mercedes para garantir uma mudança para a Ferrari com um acordo de vários anos a partir da próxima temporada.

A carreira inteira de Hamilton na F1 até este ponto foi impulsionada pela Mercedes, e ele reescreveu os livros de recordes desde que se mudou para a equipe de fábrica do fabricante em 2013.

Mas, em meio às dificuldades da equipe alemã desde que as regras da F1 foram reformuladas em 2022, o britânico escolheu encerrar essa parceria e embarcar em um novo capítulo em sua carreira com a equipe mais bem-sucedida da F1.

Button, que foi parceiro de Hamilton na McLaren entre 2010 e 2012, acredita que a transferência surpreendente de seu ex-companheiro de equipe continuará a impulsionar o crescimento exponencial do esporte.

“Surpreso? Sim. Isso é enorme para o esporte,” Button disse à Sky F1. “Se Lewis ficasse na Mercedes… se eles ganhassem corridas ou não, teria sido bom, mas ter essa mudança para a Ferrari é enorme.”

Button acredita que a decisão de Hamilton emana do desejo de enfrentar um novo desafio no crepúsculo de sua carreira, tendo alcançado tudo com a Mercedes.

“Obviamente, 12 anos na Mercedes é mais do que a maioria das pessoas passa na Formula 1, então passar isso com uma equipe e alcançar o que eles alcançaram, talvez ele também quisesse algo diferente, para apimentar um pouco as coisas,” Button raciocinou.

Button acredita que o momento poderia provar ser um momento constrangedor para ambas as partes lidarem enquanto Hamilton tenta encerrar sua aventura na Mercedes com uma nota positiva em 2024.

“O estranho é que é um anúncio bastante precoce para mencioná-lo tão cedo,” ele continuou. Mas é um ano antes dele estar entrando na Ferrari, então como será essa atmosfera na Mercedes?”

Button também aplaudiu a coragem de Hamilton de deixar sua zona de conforto em favor de um ambiente centrado na Itália, que apresentará diferenças culturais que Leclerc tem a vantagem de estar acostumado.

“Para Lewis, essa é uma jogada corajosa e muito respeito a ele,” ele disse. “Ele não está apenas indo para outra equipe, ele está indo para a Ferrari.”