F1: Alonso diz não ter pressa para definir seu futuro na categoria

Fernando Alonso acredita estar em uma boa posição para negociar seu destino na Fórmula 1 em 2025, em meio a rumores que o ligam à vaga que será aberta na Mercedes, com a saída de Lewis Hamilton para a Ferrari na próxima temporada.

Para 2023, Alonso trocou a Alpine pela Aston Martin e teve um bom desempenho, com a equipe de Silverstone se tornando uma presença relativamente constante no pódio, justamente com o espanhol.

No entanto, Alonso é um dos vários pilotos com contrato terminando no final de 2024 e foi apontado como possível substituto de Hamilton na Mercedes. Apesar de reiterar seu compromisso com a Aston Martin, o bicampeão também brincou ser o único campeão da F1 disponível no mercado de pilotos.

Durante os testes de pré-temporada na semana passada, Alonso reafirmou que está em uma posição favorável para decidir seu futuro, mas acrescentou que está focado nas primeiras corridas deste ano: “No meu caso, é muito interessante porque acho que estou em uma boa posição para negociar. Mas quero pelo menos fazer as primeiras duas corridas sem pensar muito. Quero focar no início da nova temporada, que será a mais longa da história da F1, com 24 corridas.”

“Pretendo reorganizar um pouco o cronograma de viagens e outras coisas para ser realmente eficiente este ano, e chegar com muita energia ao final da temporada. Então meus principais focos agora não são tanto o ano que vem”, acrescentou.

Alonso afirmou que seu regime de treinamento nas férias o atrasou em relação às notícias sobre a saída de Hamilton e admitiu que o timing, em particular, foi inesperado para ele. “Foi uma surpresa. Eu esperava talvez por volta do meio do ano para que houvesse alguma movimentação, mas começou muito cedo. Houve algum vazamento (de informação)”, afirmou Alonso. “Provavelmente Ferrari e Mercedes tiveram que anunciar antes do esperado. Então, depois disso, definitivamente haverá mais ação”, finalizou o piloto espanhol.