F1: Albon fala em evolução da Williams, mas alerta sobre alguns problemas

Alex Albon está ansioso para melhorar a performance da Williams na temporada 2024 da Fórmula 1, após um bom desempenho em 2023. O piloto confirmou que a equipe resolveu algumas das limitações do carro anterior, mas também descobriu novas fraquezas que precisam ser corrigidas no FW46.

O ano passado foi a melhor temporada da Williams desde 2017, tendo conquistado 28 pontos (27 de Albon e 01 de Logan Sargeant), e subindo da última para a sétima posição no Campeonato de Construtores. Porém, o FW45 se mostrou um carro dependente de condições específicas, com Albon aproveitando sua baixa carga aerodinâmica para conseguir dois 7º lugares.

Para a nova temporada, a equipe britânica buscou criar um carro mais equilibrado, eliminando as falhas que marcaram seus modelos anteriores.

“Não fizemos muitas voltas, mas no geral a sensação é boa”, disse Albon em uma entrevista coletiva na quinta-feira, quando questionado sobre o desenvolvimento do carro nos testes de pré-temporada. “Tivemos uma grande tarefa no ano passado, tentando nos concentrar no carro deste ano. Parece que temos alguns pontos fracos que essa pista realmente destaca, e é bom saber que resolvemos muitos dos problemas do ano passado. Mas há algumas coisas novas que temos que resolver, então faz parte da curva de aprendizado, mas está indo bem até agora”, disse ele.

Albon ressaltou que o novo carro da Williams exige uma adaptação em seu estilo de pilotagem e alertou que a equipe pode enfrentar um início mais discreto na temporada. “Acho que é difícil colocar um número absoluto. O que está claro é que vai demorar um pouco para chegar lá. Eu realmente acho que em termos de pilotagem e configuração, é um carro totalmente diferente para entender. Não acho que vamos decolar, mas podemos começar a correr, e esperançosamente, conseguir alguns pontos em breve”, finalizou o piloto tailandês-britânico.