Por apenas 17 milésimos de segundo, Sirtoli supera Berlanda e vence a corrida 6 da Turismo Nacional

Finalizando a etapa sprint com a Corrida 6, Cascavel presenciou a última prova deste final de semana da Turismo Nacional. Depois da manhã ter sido dominada pela Auto Racing, o confronto da tarde apresentou diversas ultrapassagens e grande teor de dramaticidade nas últimas voltas.

No começo da prova,  Kuhn foi flagrado queimando a largada, gerando prejuízo para o piloto lutar pelas primeiras colocações. Com poucas mudanças de posição, Sirtoli largou bem e assegurou primeira posição geral. Já Reis, líder da Categoria A, fez bom começo de prova, executando bela ultrapassagem em Kuhn e tomando o quarto lugar.

Vice-líder do campeonato, Kuhn foi excluído de prova por não cumprir drive through. Faltando 10 minutos para o término da disputa, Berlanda assume quarta colocação e vai pra cima em busca de zona de pódio. Logo em seguida, Helte se choca de leve, e apesar de seguir sem grandes problemas, acaba perdendo a porta.

Faltando 7 minutos de prova, Niju, décimo primeiro colocado no geral, foi penalizado em 5s por coalisão em Helte. Logo depois, na volta 13, a chuva começou a cair no Autódromo Zilmar Beux. Mesmo com a pista mais escorregadia, Reis partiu pra cima de Sirtoli buscando a primeira colocação.

No últimos minutos de prova, os quatro primeiros colocados se aproximaram realizando grande duelo na penúltima volta. Na última volta, Reis perdeu o controle do carro e acabou saindo bastante da pista, caindo para a quarta colocação e deixando escapar o pódio na corrida 6. Em grande escalada, Berlanda assumiu a segunda colocação e realizou um duelo intenso com Sirtoli no trecho final.

Em chegada sensacional, Sirtoli supera Berlanda por apenas 17 milésimos de segundo, conquistando sua primeira vitória na temporada 2024 da Turismo Nacional. Bernardo Cardoso completou o pódio da Categoria A. Na Categoria B, Nino (1º), José Neto (2º) e Sangalli (3º), foram os três mais rápidos.