Mais etapas e corridas com maior duração: BRB Fórmula 4 Brasil divulga novo formato para 2024

No ano em que fará sua primeira prova no exterior, a categoria-escola projetada pela FIA amplia as oportunidades de aprendizado das mais novas promessas do automobilismo sul-americano

A terceira temporada da história do BRB Fórmula 4 Brasil Certificado pela FIA está prestes a começar. O novo ciclo daquela que já se consolidou como a principal categoria-escola em monopostos do automobilismo nacional terá início entre os dias 22 e 24 de março no Autódromo Velocitta, em Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, e trará inúmeras novidades para pilotos, equipes e os amantes das corridas de forma geral.

Pela primeira vez em sua história, o BRB Fórmula 4 Brasil vai ter oito etapas no calendário. De forma inédita, a categoria vai viajar ao exterior para acelerar na Argentina, em outubro. Outro grande destaque para 2024 é que as corridas terão duração estendida, oferecendo aos jovens pilotos do automobilismo sul-americano mais quilômetros de competição, gerando maior aprendizado e experiência ao volante.

Mais aprendizado — Como cada rodada tem três corridas, com o aumento do número de etapas, a quantidade de provas totais em 2024 subirá de 18 para 24. Além disso, até o ano passado, a Fórmula 4 Brasil tinha a seguinte formatação para o fim de semana: as provas mais longas de cada etapa tinham duração de 25 minutos, enquanto a disputa mais curta do fim de semana contava com 18 minutos. Para 2024, o tempo de corrida foi estendido: as provas 1 e 3 agora terão 30 minutos, enquanto a segunda prova da rodada vai ter 20 minutos.

Somente em tempo de corrida, cada competidor terá cerca de dez horas de disputas na temporada 2024. A título de comparação, nos dois primeiros anos da categoria entregou tempo total de corrida de quase sete horas. Ou seja, um ganho bastante representativo e importante para o desenvolvimento de um jovem piloto.

Sobre treinos livres e classificação, o formato se mantém para 2024. Sempre às sextas-feiras, serão realizados dois treinos livres, com duração de 40 minutos, além da sessão classificatória, de 20 minutos, que vai determinar o grid de largada das corridas 1 e 3.

Para a primeira prova do dia, o grid será definido pela segunda volta de cada piloto na classificação, enquanto para a terceira e última disputa do fim de semana, o melhor tempo de cada competidor vai contar para o alinhamento. A segunda corrida da rodada terá seu grid determinado pela ordem da primeira prova, com a inversão dos oito primeiros colocados.

“Começamos nossa terceira temporada trazendo novidades boas e sempre buscando a evolução do nosso campeonato e dos pilotos, o aprendizado e a formação dos nossos novos talentos. O aumento de seis para oito etapas é muito importante: a Fórmula 4 da Itália e da Espanha, por exemplo, fazem sete rodadas por ano, então conseguimos dar um grande salto nesse aspecto, além de sairmos do país pela primeira vez para competir na Argentina”, salientou.

“Será uma grande oportunidade de expandir nosso calendário para fora do Brasil. Já temos um argentino confirmado no grid [Gino Trappa], e essa internacionalização faz com que possamos divulgar ainda mais nossa categoria. O sucesso do projeto está baseado no fato de que, dentro de um super evento, que conta com corridas da Stock Car e a preliminar do GP de São Paulo de Fórmula 1, entregamos o melhor custo-benefício com o mesmo equipamento que é usado na Europa. Ou seja, teremos pela frente tudo para entregarmos uma ótima temporada”, concluiu Fráguas Filho.

Calendário — A temporada 2024 tem previsão de passar por seis circuitos diferentes, fato inédito na história do BRB Fórmula 4 Brasil. A maior novidade será a inclusão de etapa a ser disputada na Argentina, nos dias 5 e 6 de outubro. A rodada de abertura será disputada no Autódromo Velocitta, que também será palco da terceira jornada do campeonato, em junho.

O principal palco do campeonato será o Autódromo de Interlagos, localizado na Zona Sul de São Paulo. O ‘templo do automobilismo brasileiro’ receberá três etapas do calendário: entre 20 e 21 de abril; nos dias 2 e 3 de novembro, pela segunda vez como preliminar da Fórmula 1, e fecha a temporada nos dias 14 e 15.

O campeonato também vai passar pelo Planalto Central: Goiânia receberá novamente o BRB Fórmula 4 Brasil entre 27 e 28 de julho, na semana de comemoração do aniversário de 50 anos do Autódromo Internacional Ayrton Senna, enquanto Brasília será o cenário da categoria-escola nos dias 23 e 24 de novembro.

BRB Fórmula 4 Brasil, temporada 2024
Formato da competição

Oito etapas
24 corridas
16 provas de 30 minutos
8 provas de 20 minutos
Mais de dez horas apenas de corridas

Cronograma da etapa
Sexta-feira
Treino livre 1, 40 minutos
Treino livre 2, 40 minutos
Classificação, 20 minutos

Sábado
Corrida 1 (30 minutos + 1 volta)
Grid definido pela segunda volta mais rápida da classificação

Corrida 2 (20 minutos + 1 volta)
Grid invertido em relação aos oito primeiros colocados da Corrida 1

Domingo
Corrida 3 (30 minutos + 1 volta)
Grid definido pela volta mais rápida da classificação

Calendário
Etapa / Data / Local
1ª – 24/03 – Velocitta (SP)
2ª – 21/04 – Interlagos (SP)
3ª – 30/06 – Velocitta (SP)
4ª – 28/07 – Goiânia (GO)
5ª – 06/10 – Argentina
6ª – 03/11 – Interlagos (SP)
7ª – 24/11 – Brasília (DF)
8ª – 15/12 – Interlagos (SP)