Realdrive GR Cup: Daytona tem vitórias de Diego Freitas e Adilson Junior

Realdrive GR Cup 2024/3 @ Daytona

O Realdrive GR Cup apresentou nesta segunda-feira (1º) duas corridas de alto nível no circuito de Daytona, válidas pela segunda etapa da temporada, em noite de festa para os vencedores Diego Freitas (Aclat Racing) e Adilson Junior (Independente).

Paulo Godoi marcou seu nome duas vezes no pódio, enquanto Guilherme Moresco foi combativo em ambas provas e fechou em segundo na Sprint Race. Já na classe PROAM, Bruno Santos entrou na competição a partir desta segunda rodada e já venceu as duas baterias, subindo bem na tabela.

Após duas etapas, a liderança é de Paulo Godoi com 198 pontos, seguido por Adilson Junior (166), Diego Freitas (163), Fellipe Spetriniv (155), e Reginaldo Rossi (144). Na PROAM, empate entre Gustavo Negrão e Alex Pereira com 96 pra cada um na soma, e com Michael Filgueira apenas um tento abaixo. Entre as equipes, a Aclat Racing abriu vantagem com 505 contra 318 de Bravo Snow Schatten e 305 da Delinte Esports by TK.

A tomada de tempos teve Diego Freitas na pole position, seguido por Adilson Junior, Higor Becker, Reginaldo Rossi, e Guilherme Moresco no Top 5, de um total de 27 presentes neste evento. Confira o grid de largada a seguir.

Classificação
1 Diego Freitas (Aclat Racing), 2:09.668
2 Adilson Junior (Independente), 2:09.897
3 Higor Becker (Bravo Snow Schatten), 2:09.900
4 Reginaldo Rossi (Aclat Racing), 2:09.938
5 Guilherme Moresco (Bravo Snow Schatten), 2:09.948
6 Paulo Godoi (Aclat Racing), 2:10.000
7 Pedro Garcia (Independente), 2:10.338
8 Lucas Matos (4Nerds VRB), 2:10.384
9 Alen Modesto (Aclat Racing 2), 2:10.477
10 Rodrigo Gadelha (Aclat Racing 2), 2:10.492
11 Alex Pereira (Bravo Snow Schatten), 2:10.575
12 Fellipe Spetriniv (Delinte eSports by TK), 2:10.586
13 Fabricio Ferreira (Independente), 2:10.661
14 Kleiton Chochi (LP Racing), 2:10.956
15 Michael Filgueira (Aclat Racing 3), 2:11.092
16 Lucas Lima (LP Racing), 2:11.134
17 Luciano Santos (Aclat Racing 2), 2:11.198
18 Gustavo Negrao (DNT Racing BR), 2:11.367
19 Bruno Santos 4 (4Nerds VRB 2), 2:11.386
20 Livingston Santana (Aclat Racing 3), 2:11.577
21 Cassius Braga (Independente), 2:11.722
22 Victor Gadder (DNT Racing BR), 2:11.910
23 Maurilio Dantas (DNT Racing BR), 2:12.263
24 Camilo Chaby (LP Racing), 2:12.340
25 Renan Vuolo (Independente), 2:13.100
26 Iomar Santos (Independente), sem tempo
27 Roberto Giudice (4Nerds VRB), sem tempo

A largada foi boa, apesar de uma breve “sanfonada” no trecho do oval que quase gerou acidentes com os carros do final do pelotão. Freitas, Becker, Junior, Godoi e Garcia eram os cinco primeiros.

Um problema de conexão tanto para Alex quanto para seu filho Higor fez seus carros piscarem em alguns momentos, e Higor com isso recebeu um “toque fantasma” de quem estava imediatamente atrás: o resultado foi a rodada em alta velocidade na parte do oval, e uma batida que tirou as chances do jovem catarinense na disputa.

Logo as brigas com jogo de vácuo se transformaram em ajuda mútua no trecho oval, e este ‘bump draft’ foi muito bem executado quando companheiros de equipe estavam próximos. A Aclat foi mestre nesse quesito, promovendo muitos de seus pilotos no pelotão da frente.

Após as paradas nos boxes, Paulo Godoi era o líder e tinha os rivais Adilson Junior e Pedro Garcia formando um duo na busca de superar o líder do campeonato, mas em seus retrovisores apareciam ainda Freitas, Rossi, Moresco e Gadelha.

Paulo cometeu um breve erro e viu Adilson e Pedro passarem ao seu lado, mas a Aclat formou a dupla Godoi/Freitas no vácuo, ou quase um trio com Rossi logo atrás, para uma disputa a la NASCAR e Godoi retomoui a ponta.

A disputa da PROAM foi sensacional, com Bruno Santos segurando a pressão de Lucas Lima, Gustavo Negrão e Maurilio Dantas, para se ro vitorioso nesta classe.

E lá na frente, Diego Freitas cruzou a linha de chegada a frente de Paulo Godoi, em dobradinha da Aclat Racing. Adilson Junior foi ao pódio, e o Top 5 ficou completo com Pedro Garcia e Reginaldo Rossi.

Guilherme Moresco venceu um duelo particular com Rodrigo Gadelha para finalizar em sexto, e o grupo dos 10 teve ainda Alen Modesto, Fellipe Spetriniv, e Lucas Matos.

Bateria 1 – Final, 20 minutos
1 Diego Freitas (Aclat Racing), 19 Laps
2 Paulo Godoi (Aclat Racing), -00.083
3 Adilson Junior (Independente), -00.389
4 Pedro Garcia (Independente), -00.437
5 Reginaldo Rossi (Aclat Racing), -00.650
6 Guilherme Moresco (Bravo Snow Schatten), -04.513
7 Rodrigo Gadelha (Aclat Racing 2), -07.337
8 Alen Modesto (Aclat Racing 2), -11.845
9 Fellipe Spetriniv (Delinte eSports by TK), -15.268
10 Lucas Matos (4Nerds VRB), -19.212
11 Fabricio Ferreira (Independente), -19.265
12 Luciano Santos (Aclat Racing 2), -24.373
13 Bruno Santos 4 (4Nerds VRB 2), -44.718
14 Lucas Lima (LP Racing), -45.145
15 Gustavo Negrao (DNT Racing BR), -45.315
16 Maurilio Dantas (DNT Racing BR), -48.371
17 Camilo Chaby (LP Racing), -1:02.113
18 Livingston Santana (Aclat Racing 3), -1:02.343
19 Kleiton Chochi (LP Racing), -1:05.051
20 Iomar Santos (Independente), -1:13.590
21 Cassius Braga (Independente), -1:13.595
22 Michael Filgueira (Aclat Racing 3), -1:44.371
23 Alex Pereira (Bravo Snow Schatten), -2:03.724
24 Higor Becker (Bravo Snow Schatten), +1 laps
25 Victor Gadder (DNT Racing BR), +7 laps
26 Renan Vuolo (Independente), +9 laps
27 Roberto Giudice (4Nerds VRB), Abandono (0)
Volta mais rápida: Fabricio Ferreira, 2:08.973

A segunda corrida teve uma largada nota 10, com Spetriniv passando Lucas Matos e assumindo a ponta. Destes líderes, a mudança maior foi quando, num breve erro de Pedro Garcia, seu GR86 escorregou e tocou com o de Freitas, que teve certo dano e assim ambos ficaram patra trás.

Fellipe perdeu a ponta quando num deslize a porta ficou aberta para Adilson e Paulo passarem. Um giro mais tarde, foi a vez de Moresco passar Junior para assumir a ponta, enquanto Godoi era terceiro ao superar Spetriniv.

Na volta derradeira, Adilson Junior pegou o vácuo e passou por Guilherme Moresco, para faturar uma grande vitória. Paulo Godoi completou o pódio aparecendo na foto.

Fellipe Spetriniv foi quarto, e Alen Modesto comletou o Top 5. Destaque absoluto, Higor Becker saiu lá da 24º posição e em 20 minutos conseguiu escalar até o sexto posto. Exemplo parecido foi o de Kleiton Chochi: de 19º até o sétimo lugar final.

Bateria 2 – Final, 40 minutos
1 Adilson Junior (Independente), 10 Laps
2 Guilherme Moresco (Bravo Snow Schatten), -00.101
3 Paulo Godoi (Aclat Racing), -00.158
4 Fellipe Spetriniv (Delinte eSports by TK), -00.317
5 Alen Modesto (Aclat Racing 2), -00.745
6 Higor Becker (Bravo Snow Schatten), -08.694
7 Kleiton Chochi (LP Racing), -12.300
8 Luciano Santos (Aclat Racing 2), -12.372
9 Fabricio Ferreira (Independente), -12.467
10 Reginaldo Rossi (Aclat Racing), -13.028
11 Bruno Santos 4 (4Nerds VRB 2), -13.127
12 Livingston Santana (Aclat Racing 3), -22.176
13 Lucas Lima (LP Racing), -23.007
14 Maurilio Dantas (DNT Racing BR), -23.042
15 Alex Pereira (Bravo Snow Schatten), -28.549
16 Gustavo Negrao (DNT Racing BR), -28.603
17 Iomar Santos (Independente), -32.891
18 Lucas Matos (4Nerds VRB), -32.977
19 Michael Filgueira (Aclat Racing 3), -50.613
20 Victor Gadder (DNT Racing BR), -53.585
21 Diego Freitas (Aclat Racing), -1:39.785
22 Renan Vuolo (Independente), -1:48.297
23 Roberto Giudice (4Nerds VRB), -2:09.097
24 Cassius Braga (Independente), +1 laps
25 Pedro Garcia (Independente), Abandono (3)
26 Camilo Chaby (LP Racing), Abandono (3)
27 Rodrigo Gadelha (Aclat Racing 2), Abandono (2)
Volta mais rápida: Guilherme Moresco, 2:08.370

O Realdrive GR Cup terá sua próxima etapa no dia 15 de julho, a partir das 20h com transmissão ao vivo na EllevenTV.

O F1BC Esports tem parcerias oficiais com BMW, MINI, Heineken, Realdrive, Grid Experience Club, CriaPubli, Curva 7, M7Help, AMIKA, MonteCapri, Elleven TV, F1 Mania, Aliança Contra Incêndio, e F1 Brasil.