Trajetória vitoriosa de Newey inclui 25 títulos na F1

Adrian Newey é um nome que ecoa como sinônimo de sucesso na Fórmula 1. O gênio do design e Chefe Técnico da Red Bull Racing possui uma carreira repleta de conquistas, tendo contribuído diretamente para nada menos que 25 títulos na categoria, entre conquistas de pilotos e construtores. Mas qual é afinal, o patrimônio e o salário desse ‘Midas’ do automobilismo?

Newey começou no automobilismo nos anos 80, projetando o carro March GTP, famoso por sua aerodinâmica excepcional. Após triunfos na Indy 500, ele desembarcou na F1 em 1988. Seu primeiro grande feito foi com a própria March, que surpreendeu com o modelo 881.

Passagens marcantes por Leyton House e Williams, onde desenhou carros dominantes, consolidaram sua reputação. Nem mesmo a tragédia de 1994, com a morte de Ayrton Senna em um carro da Williams projetado por Newey, diminuiu seu ímpeto. Na McLaren, ele colaborou para o título de construtores de 1998 e os bicampeonatos consecutivos de Mika Hakkinen.

Em 2005, Newey desembarcou na Red Bull. Inicialmente, a equipe sofreu com problemas de confiabilidade, mas o sucesso chegou em 2009. Com Sebastian Vettel, conquistando quatro títulos de pilotos consecutivos, juntamente com quatro títulos de construtores. Mesmo após períodos difíceis em 2014 e 2015, a Red Bull se reergueu, e em 2021, viu Max Verstappen alçar seu primeiro título. Nos dois anos seguintes, a equipe dominou e venceu ambos os campeonatos. Ao todo, Newey é responsável por impressionantes 25 títulos na Fórmula 1.

Tanta genialidade, naturalmente, se traduz em uma fortuna considerável. O patrimônio de Newey foi estimado em cerca de R$ 270 milhões em 2023. Já o salário do talentoso britânico permanece oficialmente secreto, mas não há dúvidas de que o Chefe Técnico da Red Bull não passa por privações. Em 2005, Christian Horner o ‘roubou’ da McLaren, onde Newey recebia aproximadamente R$ 32 milhões anuais. Segundo o The Guardian, a Red Bull teria oferecido ao mago do design cerca de R$ 54 milhões anuais para contratá-lo.

Adrian Newey não é apenas um projetista. É um arquiteto de triunfos, um gênio capaz de transformar metal e velocidade em vitórias e recordes. Seu talento impulsionou grandes pilotos e construiu impérios na F1. E a julgar pelo histórico, a máquina de títulos de Newey ainda não deu sinais de desacelerar.