Toyota pode estar próxima de retorno à F1

A Fórmula 1 pode estar prestes a receber de volta uma gigante do automobilismo mundial. Fontes ligadas à categoria indicam que a Toyota tem conversado com a Haas sobre uma possível parceria. Inicialmente, seria um acordo de patrocínio, similar ao que a Alfa Romeo tinha com a Sauber (encerrado em 2023).

No entanto, há indícios de que a relação vá além disso. Segundo o site Formula.hu, o interesse da Toyota e o progresso nas conversas com a Haas, sugerem uma colaboração mais estreita antes dos novos regulamentos de 2026.

Ainda de acordo com o Formula.hu, a partir de 2025 a Toyota poderia se juntar à Haas na construção de peças do carro (com a Dallara possivelmente permanecendo envolvida). O site aponta a existência de uma base sólida para a parceria.

Segundo essas informações, a fabricante japonesa não planeja fornecimento de motores a curto prazo, mas deseja colaborar na produção do chassi para 2026. O plano incluiria o uso do túnel de vento da Toyota em Colônia, Alemanha, utilizado pela Andretti (que ainda busca vaga no grid da F1 a partir de 2026).

O Formula.hu indica que a Toyota planeja patrocinar outras equipes além da Haas. A parceria técnica com o time americano representaria também um passo rumo a um retorno como equipe completa. Considerando os planos da Toyota, não se descarta a possibilidade de fabricação própria de motores num futuro próximo.

A volta da Toyota seria um impulso significativo para a F1. Além da presença da Honda como fornecedora de motores, a volta da marca japonesa reforçaria o interesse global na categoria.

No momento, Haas e Toyota precisam finalizar um acordo para oficializar o retorno da gigante japonesa à F1. Isso representaria um grande passo para ambas as partes. A Haas vem realizando uma temporada surpreendente em 2024 e parece pronta para o próximo nível. Uma parceria com a Toyota seria a oportunidade ideal.