F1: Wolff diz que trabalho duro em equipe e apoio mútuo são a chave para sucesso na categoria

Toto Wolff, chefe da Mercedes, revelou a mentalidade que quer implementar na equipe para recuperar o domínio na Fórmula 1 a partir da próxima temporada. Após apenas uma vitória desde o final de 2021, a Mercedes busca retornar aos tempos gloriosos da era híbrida.

Apesar do reinado atual da Red Bull, Wolff garante que a Mercedes está empenhada em retomar o topo do grid. Um fã comentou sobre a sensação de ‘família’ que permanece na equipe, e Wolff confirmou que essa atmosfera é muito importante para o sucesso.

“Criar um time sem cultura de culpa e livre de egos é a chave”, afirmou Wolff. “Não queremos um time de superestrelas, queremos um ‘superstar time’!”, disse ele.

Wolff destacou que trabalhar juntos vai além de simples colaboração profissional. Trata-se de criar um ambiente seguro e empoderador que permita alcançar resultados excepcionais. “Talvez não em todas as temporadas, mas a longo prazo, estaremos em uma posição muito melhor.”

Ao questionar sobre o fator mais importante na estratégia de performance, Wolff afirmou: “Não existe um único elemento. Às vezes parece haver uma ‘bala de prata’ na F1, mas na verdade é o trabalho árduo em pequenos detalhes que desbloqueia a performance. Quando todos esses esforços se unem, temos um pacote vencedor.”

Wolff também admite que, durante os tempos difíceis, nem sempre foi ele quem precisou motivar a equipe. Às vezes, o contrário aconteceu: “Nem sempre fui eu que precisei levantar o moral. Às vezes eu precisava de apoio, e juntos, passávamos o bastão para que cada um desempenhasse o seu melhor naquele momento. É ótimo ter uma organização onde nos apoiamos mutuamente”, finalizou o chefe da Mercedes.

A mensagem de Wolff é clara. A Mercedes vai se reestruturar com uma nova mentalidade de time único, sem individualismos e focada no trabalho árduo coletivo. Essa atmosfera de apoio mútuo e foco em detalhes, segundo ele, será a chave para superar a Red Bull e voltar a reinar na Fórmula 1.