F1: Windsor surpreso com ausência de Drugovich como piloto titular na categoria

O jornalista de Fórmula 1, Peter Windsor, expressou surpresa com a falta de esforço da Liberty Media em impulsionar o talentoso Felipe Drugovich para o grid da categoria, considerando-o um competidor sério. Drugovich, após uma temporada dominante na Fórmula 2 em 2022, tornou-se piloto reserva da Aston Martin para 2023, destacando-se na última sessão de treinos livres em Abu Dhabi.

Windsor questionou por que a Liberty Media não está fazendo mais esforços para colocar Drugovich na pista, argumentando que a F1 precisa de um piloto brasileiro.

O jornalista afirmou em seu canal no YouTube: “Como venho dizendo há muito tempo, Felipe Drugovich é coisa séria. Estou surpreso que a Aston Martin tenha dado a ele uma oportunidade tão boa. Provavelmente, é tudo o que ouviremos de Felipe, porque, desde o início, apesar de ele pagar uma quantia considerável à Aston Martin para estar nesta posição, será incrivelmente irritante para a família Stroll ter esse jovem chegando e superando Lance.”

Drugovich encerrou a temporada de 2023 como piloto reserva da Aston Martin, mas Windsor levanta questões sobre seu futuro na equipe, sugerindo que a família Stroll, proprietária da equipe, não desejará que o jovem piloto supere Lance. Ele lamenta que nenhum dos principais times tenha reconhecido o talento de Drugovich, forçando-o a comprar essa posição na Aston Martin.

Windsor continuou: “Acho triste, na verdade, que nenhum dos principais times tenha visto o talento de Drugovich e o colocado sob contrato. E precisamos de um brasileiro na Fórmula 1. Estou surpreso que a Liberty não tenha apoiado mais isso”, concluiu o jornalista.

Embora Drugovich não tenha garantido um lugar como piloto titular na F1 em 2024, ele impressionou o diretor de performance da Aston Martin, Tom McCullough. McCullough elogiou a qualidade do piloto e não ficou surpreso com sua impressionante performance nos treinos livres em Abu Dhabi. Drugovich permanecerá como piloto de teste e reserva da Aston Martin para a temporada de 2024.